SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

RÁDIO MAROCA WEB EM ANTÔNIO MARTINS RN

RÁDIO MAROCA WEB  EM ANTÔNIO MARTINS RN
RÁDIO MAROCA - Clique Aqui - Visite o Nosso Site

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

RIO GRANDE DO NORTE BLOG ALTO OESTE NOTICIAS DO ESTADO DO RN ANTÔNIO MARTINS RN FABIO JUNIOR VENCESLAU RADIO MAROCA

RN: Restos a pagar e salários em aberto somam R$ 2,1 bilhões
Resultado de imagem
A soma dos restos a pagar com o volume de recursos necessários para o pagamento em dia dos salários de novembro, dezembro e décimo terceiro deste ano, além do que falta ser pago do benefício de 2017, ultrapassa os R$ 2,1 bilhões. Para arcar com os vencimentos dos servidores ativos e aposentados são necessários, pelo menos, R$ 1,2 bilhão para finalizar o ano com todas as obrigações salariais em dia.
Segundo levantamento do Fórum de Servidores, faltam R$ 140 milhões para regularizar o restante do décimo-terceiro de 2017 e o mesmo valor para o restante do salário de outubro. Além disso, faltam as folhas de novembro e dezembro, que custam R$ 450 milhões cada. Falta ainda o décimo terceiro de 2018, cuja parcela de 40% já foi paga para servidores da Educação e Administração Indireta.
O Governo não confirma qual valor está pendente do décimo terceiro de 2018. Procurado, o Governo do Estado não respondeu se há expectativa de receita suficiente para pagar todas as obrigações. Também não negou que haja risco de deixar valores não quitados para a próxima gestão. Os salários não são pagos dentro do mês trabalhado há mais de dois anos.
Comprometimento
O gasto com pessoal acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) tornou-se realidade generalizada nos Estados brasileiros. No ano passado, essa despesa extrapolou o limite em 16 Estados e no Distrito Federal. Em cinco Estados, o comprometimento com gastos de pessoal já ultrapassa os 75% da RCL: Rio Grande do Norte (86%), Rio de Janeiro (81%), Minas Gerais (79%), Rio Grande do Sul (78%) e Mato Grosso do Sul (77%). Os dados constam no relatório “Exposição do Governo Federal à Insolvência dos Entes Subnacionais”, publicado semana passada pelo Tesouro Nacional.
O número é praticamente o dobro de 2016, quando nove governos estaduais infringiram a norma e gastaram mais de 60% da Receita Corrente Líquida (RCL) com a folha de pagamento. O documento ainda expõe a maquiagem contábil feita pelos Estados para ficar artificialmente dentro dos limites da LRF. Apenas seis governos estaduais admitem em seus próprios dados que extrapolam a regra prevista em lei. O Tesouro Nacional expõe o caso do Rio Grande do Norte como um dos que causa “preocupação” em decorrência da diferença entre o comprometimento admitido pelo Estado e o cálculo do Tesouro supera os 30 pontos porcentuais.
No dia 8 de novembro, o Governo do Rio Grande do Norte emitiu nota contestando os dados do Tesouro Nacional relativos ao índice de comprometimento da Receita Corrente Líquida (RCL) com o pagamento da folha de pessoal. O Tesouro Nacional afirma que o Rio Grande do Norte compromete 86% da RCL com o pagamento do pessoal, mas admite apenas 52%. Nesta quarta-feira, 7, o Governo do Estado apresentou novo número: 57,84%.
Confira as Secretarias que mais devem dinheiro no RN
R$ 256.355.271,45 – IPERN
R$ 147.340.484,83 – SESAP
R$ 85.947.013,18 – SEEC
R$ 44.747.834,20 – SEMARH
R$ 43.320.458,77 – SEPLAN
Poderes
R$ 68.239.312,32 – ALRN
R$ 48.789.644,19 – TJRN
R$ 15.741.679,83 – MPRN
R$ 869.013.269,51 é o total acumulado pelo Poder Executivo, ALRN, TJRN e MPRN de janeiro a agosto deste ano;
*Tribuna do Norte







Economia dá sinais de recuperação após as eleições
Resultado de imagem para recuperação da economia
O fim das incertezas eleitorais começa a mudar o humor de empresários e investidores no Brasil. Nas últimas duas semanas, desde a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para presidente da República, empresas começam a retomar planos engavetados nos últimos meses, seja de investimentos, fusões e aquisições e lançamento de ações no mercado (IPOs). Alguns anúncios de investimento já foram feitos apenas alguns dias depois do anúncio de Bolsonaro como próximo ocupante do Palácio do Planalto. Mas o otimismo vem com um alerta: é necessário avançar com as reformas econômicas.
Na última semana, o empresário Carlos Wizard Martins – ex-proprietário da escola de inglês Wizard e hoje dono da rede Sforza, que inclui negócios como as redes Mundo Verde, KFC e Pizza Hut – disse que pretende desembolsar R$ 1,6 bilhão nos próximos anos. Outro negócio que circulava nas rodas de conversa de bancos de investimento havia meses teve o contrato de compra assinado apenas alguns dias depois do fim das eleições: a aquisição de 22% da rede Madero pelo fundo americano Carlyle. O aporte, de R$ 700 milhões, veio após 24 meses de “jejum” do fundo no País.
Grandes bancos brasileiros melhoraram suas perspectivas para a economia do País: o Bradesco agora prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro vá crescer 2,8% no ano que vem (antes, projetava 2,5%), enquanto o Itaú Unibanco elevou sua perspectiva para 2,5% (ante 2%, anteriormente). O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mário Mesquita, diz que o humor do mercado mudou nas últimas semanas: “Vemos um claro aumento das consultas para fechamento de operações, dado que a sensação é que os mercados de renda fixa e variável reabriram para as empresas brasileiras”.
Ânimo. Se nos bancos comerciais há otimismo, em alguns bancos de investimento a sensação é que o próximo ano guarda grandes possibilidades. No banco Brasil Plural, a estimativa de expansão do PIB para 2019 foi revisada para 3,5%. Para que essa meta seja atingida, porém, ressalva o presidente da instituição, Rodolfo Riechert, é necessário que a reforma da Previdência seja aprovada. De acordo com o executivo, a Previdência virou um “símbolo” da retomada do Brasil. Por isso, em sua opinião, o combate ao déficit previdenciário deve ser a “prioridade zero” da nova administração.


O Brasil Plural está trabalhando na abertura de capital do banco BMG, uma das primeiras ofertas iniciais de ações que foram confirmadas para o mês de dezembro. E Riechert diz que, desde o fim de outubro, projetos que estavam em “banho-maria”, incluindo o auxílio para o IPO de duas empresas de tecnologia de médio porte, voltaram a ficar quentes. “Também fomos procurados por gestoras de fundos imobiliários querendo ampliar sua plataforma aqui o Brasil”, diz o executivo.
Embora concorde que o humor do mercado tenha mudado para melhor, o chefe de fusões e aquisições do escritório Pinheiro Neto Advogados, Fernando Alves Meira, diz, porém, que há “certo exagero”, principalmente por parte de bancos de investimento. “Há quem aposte em 30 aberturas de capital na Bolsa no ano que vem. Não estou tão otimista”, diz. Apesar disso, ele acredita que, com medidas como a reforma da Previdência e a independência do Banco Central, há condição para a economia brasileira consolidar um crescimento de 2,5% a 3% nos próximos anos, “sem muita surpresa negativa”.
O sócio da gestora Vinci Partners, José Guilherme Souza, diz que alguns indicativos demonstram um cenário um pouco mais favorável a novos negócios. Ele destaca que, até as eleições, era difícil até marcar uma conversa com um investidor estrangeiro. Com o fim das indefinições políticas, a gestora já foi procurada por um fundo soberano para falar sobre novas estratégias no mercado brasileiro e tem reuniões marcadas para o fim do mês com investidores estrangeiros. “Isso já um bom sinal, depois da paralisia que vivemos no pré-eleição.”
Entidades. A retomada do otimismo também pode ser verificada nos índices de confiança do mercado. Medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o indicador de expectativa do consumidor registrou em outubro o maior patamar desde 2014. Os empresários da indústria também voltaram a demostrar mais otimismo no mês passado, depois de registrar queda em setembro.
“Percebemos muita gente ainda em compasso de espera, mas o fato de ter um presidente e um Congresso definido já ajuda a destravar alguns investimentos”, diz a economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), Marcela Kawauti. Segundo ela, até as eleições, os varejistas estavam evitando fazer até mesmo reformas urgentes. “Agora, pelo menos, essas obras estão começando a ser feitas”, completa Marcela, destacando que um movimento mais forte de retomada de investimento só virá com as medidas concretas que venham a ser adotadas pelo novo governo.
O presidente da Associação Nacional dos Revendedores de Material de Construção (Anamaco), Claudio Conz, afirma que o humor no setor melhorou bastante com o fim das eleições, incentivando algumas empresas a desengavetar projetos. “Nossa expectativa é crescer neste ano 6,5% e 10% em 2019. O fim das eleições dissipou uma apreensão grande que tomava conta dos empresários.”
ESTADÃO CONTEÚDO



Temer quer fim de auxílio-moradia antes de sancionar reajuste do STF
O presidente Michel Temer quer que o Supremo Tribunal Federal (STF)acabe com o auxílio-moradia antes que ele sancione o reajuste salarial dos ministros da Corte e da Procuradoria-Geral da República. Um auxiliar direto de Temer disse ao Estadoque o presidente ainda não decidiu se sanciona ou veta o reajuste e que aguarda o fim formal do auxílio-moradia, prometido como uma compensação ao aumento de 16,4%.
O fim do benefício foi um compromisso assumido pelo presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, para convencer o Congresso Nacional a dar aval ao aumento. Segundo senadores, ele se comprometeu a abolir também outros penduricalhos. Dias Toffoli ainda não definiu uma data para levar o tema ao plenário. O auxílio-moradia vigora desde 2014 com base em duas liminares do ministro Luiz Fux, relator do caso no STF. Ele ainda não liberou as ações para julgamento. O Estado apurou que Toffoli estaria aguardando a sanção do projeto para pautar o julgamento do auxílio-moradia no plenário da Corte. Na última quinta-feira, o ministro disse que conversaria com Fux sobre o tema.
Em entrevista à Record TV, o presidente eleito Jair Bolsonaro disse que “não tem outro caminho” se não o veto. “Se o governo Temer quiser, pela Lei de Responsabilidade Fiscal, ele pode vetar esse reajuste porque, afinal de contas, essa é a classe que mais ganha no Brasil. Não sou o Temer, se fosse, você sabe qual seria minha posição”, disse Bolsonaro. “Complica para a gente, quando fala em fazer reforma da Previdência, tirar dos mais pobres e aceitar um reajuste como esse. Não tem outro caminho no meu entender, até pela questão de dar exemplo. Falei antes da votação que é inoportuno, o momento não é esse para discutir esse assunto”, completou o presidente eleito.
Teto. Com o reajuste, o salário dos 11 ministros e da procuradora-geral da República Raquel Dodge passará de R$ 33,7 mil mensais para R$ 39,2 mil, com efeito de elevar o teto do funcionalismo público nacional.  O projeto foi aprovado na última quarta-feira (dia 7) por 41 senadores (a maioria da base governista, entre eles aliados de Bolsonaro), e 16 contrários (a maioria de esquerda). Só um se absteve, José Maranhão (MDB-PB), que ingressou com pedido para levar o reajuste com urgência ao plenário um dia antes da votação.
O aumento foi encaminhado por pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e recebido na Casa Civil na mesma noite de quarta-feira. Agora, Temer tem quinze dias, até 22 de novembro, decidir se sanciona ou veta os dois projetos de lei que determinaram o reajuste. Na hipótese de o presidente não se manifestar, os projetos são considerados sancionados tacitamente, indo à promulgação pela Presidência da República ou pelo presidente do Senado.
O impacto nas contas públicas com o efeito cascata para outros órgãos da União e Estados é estimado em pelo menos R$ 4,1 bilhões. O governo Temer orientou voto favorável. Senadores emedebistas defenderam que a medida não causará aumento para além do teto de gastos, que só permite a reposição da inflação, e que Judiciário e Ministério Público terão de remanejar gastos.
Sem interlocutor no Congresso, Bolsonaro não conseguiu barrar a aprovação, que marcou um revés também ao futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. Na véspera, ele pressionara Eunício Oliveira a aprovar a reforma da Previdência e defendera publicamente uma “prensa” nos parlamentares. Em entrevista exclusiva ao Estado, Eunício reagiu: “Não estou preocupado se Bolsonaro vai gostar ou não. Não aceito que digam que o Congresso tem de levar prensa. Aqui tem a liberdade de cada um botar o dedinho e votar sim, não ou abstenção”. *ESTADÃO CONTEÚDO






Governo abre mão de impostos de montadoras, mas preço de carro não cai
A economia ainda não se recuperou, mas o governo já aumentou o rombo de R$376 bilhões em renúncias fiscais somente para 2019, o ano 1 de Jair Bolsonaro. Montadoras, habituadas a conseguir o que querem, até com chantagens de “demissão em massa”, garantiram mais R$1,5 bilhão na maciota, por ano, durante cinco anos. E nem sequer precisam oferecer contrapartidas pelos impostos que deixarão de pagar, como a redução do preço dos carros que produzem. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
No programa Rota 2030, o único compromisso das montadoras é investir R$5 bilhão no próprio negócio, em pesquisa e desenvolvimento.
Enquanto o governo não arrecada, concessionárias anunciam “carro popular” a R$40 mil como promoção. Com opcionais, vai a R$70 mil.
No Nordeste, descontos do Regime Especial Automotivo poderão ser usados como crédito para não pagar o IPI devido aos governos locais.
Fabricado em Pernambuco, o Jeep Compass é vendido no Brasil “a partir” de R$142 mil. Exportado para os EUA, custa lá R$77 mil. *Diário do Poder




Por que suas mensagens no WhatsApp poderão ser apagadas para sempre na 2ª feira
Você usa WhatsApp e tem o sistema operacional Android no seu celular? Então, é melhor fazer uma cópia de segurança das suas mensagens o quanto antes.
O Android é o sistema operacional da maior parte dos celulares Samsung, por exemplo.
A partir do dia 12 de novembro, todas as mensagens de WhatsApp que não estejam guardadas serão apagadas para quem não usa o sistema operacional da Apple, o iOS.
O anúncio se deve a um acordo feito entre o WhatsApp (que pertence ao Facebook) e o Google para permitir que todas as conversas, fotos e vídeos enviados pelo aplicativo possam ser armazenados no Google Drive, o serviço de hospedagem de arquivos do buscador, sem consumir espaço da conta do usuário.
A má notícia é que, se você não fez uma cópia de segurança das mensagens nos últimos 12 meses, o WhatsApp apagará todas as suas mensagens antigas, assim como todos os vídeos e fotos. Em muitos celulares, as mensagens são armazenadas de forma automática, periodicamente.
Em um comunicado na página do WhatsApp na internet, a empresa explicou que “para evitar a perda destes dados, recomendamos que se faça uma cópia de segurança dos seus dados no WhatsApp antes do dia 12 de novembro de 2018”.
A mudança só afetará usuários de Android, pois o WhatsApp já tem acordo com a Apple para que os usuários de iPhone possam guardar seus dados na nuvem iCloud.


“Você pode guardar suas mensagens e arquivos multimídia no Google Drive e, caso mude para outro telefone Android, poderá recuperar os arquivos”, disse o WhatsApp a respeito do acordo com o Google.
A empresa recomenda, ainda, que se conecte o telefone a uma rede Wi-Fi antes de fazer a cópia de segurança no Google Drive, uma vez que “o arquivo pode variar de tamanho e consumir uma grande quantidade de dados móveis, gerando cobranças por parte da operadora de telefonia”.
Como criar uma cópia de segurança do Google Drive
– Abra o WhatsApp
– Clique em “Menu” (os três pontinhos acima das conversas); depois em “Configurações”; depois em “Conversas”; e depois em “Backup de conversas”.
– Clique em “Fazer Backup”. Note que, logo abaixo, há uma série de opções a serem configuradas pelo usuário. Você pode decidir a periodicidade destes backups, e se quer incluir vídeos.
– Na maioria dos casos, a sua conta do Google já aparecerá no campo “conta”. Se você não tiver conta, ou se esta não aparecer, clique em “adicionar conta”.

Armazenamento

Poder guardar seus dados sem usar espaço do telefone é uma boa notícia, mas alguns analistas criticaram a solução oferecida pelo WhatsApp.
É que, enquanto as conversas do WhatsApp são protegidas por um sistema de criptografia de ponta a ponta, as cópias de segurança do Google Drive não são.
Isso não significa que a informação se tornará pública, mas a falta da criptografia ponta a ponta torna as mensagens guardadas na nuvem mais suscetíveis de serem roubadas por pessoas e softwares mal-intencionados.
A solução proposta pelo WhatsApp é redobrar os cuidados com sua senha do Google Drive.
É preciso considerar, porém, que desde 2015, ano em que surgiu a possibilidade de fazer backups de mensagens do WhatsApp no Google Drive, não houve nenhum incidente de roubo de mensagens, segundo a empresa.
BBC



Juízes e procuradores tentam manter auxílio-moradia pressionando STF com substituição por outros penduricalhos
Juízes e procuradores que tentam convencer o Supremo Tribunal Federal a manter o auxílio-moradia da categoria mesmo após o aumento salarial aprovado pelo Congresso na última quarta-feira estão em busca de novos argumentos para a causa.
Segundo eles, a extinção do benefício poderá abrir caminho para um debate mais amplo sobre os imóveis funcionais à disposição dos magistrados, porque a legislação concede o auxílio a juízes que não têm imóvel oficial na cidade em que trabalham.
O fim do auxílio-moradia depende do julgamento de ações que questionam o benefício no Supremo, ainda sem data marcada para ocorrer. Os juízes dizem que só aceitam sua extinção se o Congresso concordar em substituí-lo por outro penduricalho, um adicional por tempo de serviço na magistratura. *Folhapress

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

RIO GRANDE DO NORTE BLOG ALTO OESTE NOTICIAS DO ESTADO DO RN ANTÔNIO MARTINS RN FABIO JUNIOR VENCESLAU RADIO MAROCA




Venezuela, Moçambique e Cuba devem R$ 1,8 bi em pagamentos atrasados ao BNDES
Resultado de imagem para bndes
Venezuela, Moçambique e Cuba devem US$ 459,2 milhões (R$ 1,8 bilhão, pelo câmbio de terça-feira) ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em pagamentos atrasados.
Embora tenham garantia do Tesouro Nacional, os atrasos exigem provisionamento para perdas no balanço financeiro da instituição de fomento. O estrago nos resultados do terceiro trimestre, que serão divulgados na quarta-feira, poderá ser bilionário. Os dados foram informados pelo BNDES na noite de terça-feira, 13, em resposta a questionamento do Estado.
Venezuela
Em meio a crise política, recessão e hiperinflação, o caso que mais preocupa é o da Venezuela. O país vizinho tem um total de US$ 274 milhões de pagamentos da dívida em atraso com o BNDES – desse valor, US$ 159 milhões estão atrasados há mais de 180 dias. Questionado sobre o valor que seria provisionado no balanço para arcar com o calote, o BNDES respondeu que “segue a resolução do Bacen (Banco Central) com base nos atrasos do devedor, atingindo 100% de provisão caso os atrasos atinjam 180 dias”. Pelo câmbio médio do terceiro trimestre, o total atrasado há mais de 180 dias equivale a R$ 628 milhões.
A dívida total da Venezuela é maior. Até o fim de 2017, o BNDES havia liberado US$ 1,507 bilhão apenas para obras de construtoras brasileiras no país vizinho – sem contar as exportações de bens. A dívida remanescente era de US$ 814 milhões, no início deste ano, também considerando apenas o financiamento a serviços de engenharia.
O maior empréstimo na Venezuela, de US$ 865 milhões, foi firmado no fim de 2010, destinado às obras de uma fábrica da Usina Siderúrgica Nacional, tocada pela Andrade Gutierrez. O segundo maior financiamento também foi para uma obra tocada pela Andrade Gutierrez, a construção de um estaleiro. O empréstimo foi de US$ 638 milhões, firmado em 2011. Já a Odebrecht conseguiu que o BNDES emprestasse, em 2009, US$ 528 milhões para construção de uma linha de 12 quilômetros do Metrô de Los Teques. A Venezuela começou a atrasar os pagamentos ao BNDES em setembro do ano passado. A parcela devida naquele mês foi paga apenas em janeiro deste ano. Por causa desses calotes, o banco de fomento foi indenizado em US$ 139 milhões pelo Seguro de Crédito à Exportação (SCE), bancado pelo Tesouro Nacional.
Cuba
Já no caso de Cuba, as dívidas em atraso, desde junho, somam US$ 71,2 milhões – “USS 26 milhões relativamente a financiamentos de exportação do BNDES e cerca de 40 milhões euros no Proex Financiamento (linha com subsídios federais para apoiar exportações de empresas de menor porte)”, segundo a assessoria de imprensa do banco. A ilha caribenha já pagou a parcela da dívida referente a maio com atraso, como revelou o Estadão/Broadcast em setembro.
Questionado sobre o valor do provisionamento por causa desse calote, o BNDES informou apenas que “segue a resolução do Bacen com base nos atrasos do devedor, atingindo 100% de provisão caso os atrasos atinjam 180 dias”. Em setembro, quando foram revelados atrasos de Cuba, o BNDES informou que atrasos de 50 a 60 dias estão dentro da média da ilha caribenha, ao longo de 20 anos. Os atrasos seriam “pontuais” e “oriundos de problemas operacionais e climáticos”.
Como tem sido registrado no noticiário internacional, a economia cubana foi atingida neste ano pela crise da Venezuela, que subsidiava o fornecimento de petróleo à ilha, a reversão de parte da distensão diplomática com os Estados Unidos, após a posse de Donald Trump, e os danos causados pela passagem do furacão Irma, no ano passado. Empossado este ano, o presidente Miguel Díaz-Canel, que substituiu Raúl Castro, irmão mais novo de Fidel, alertou em julho que a crise levaria o país a apertar os cintos.
Em setembro, o BNDES havia informado que, desde 1998, financiou cerca de US$ 880 milhões em exportações realizadas por 33 empresas brasileiras para Cuba. Até então, a ilha caribenha havia pagado cerca de US$ 490 milhões em amortizações e juros.
O destaque nas operações para Cuba é o empréstimo de US$ 682 milhões, contratado em cinco operações entre 2009 e 2013, para o Porto de Mariel, a 45 quilômetros da capital, Havana. As obras foram tocadas pela Odebrecht e foram inauguradas em janeiro de 2014, com a presença da então presidente Dilma Rousseff.
Moçambique
No caso de Moçambique, os atrasos começaram em novembro de 2016. O BNDES já foi indenizado em US$ 29,7 milhões pelo SCE, bancado pelo Tesouro Nacional.
Um dos empréstimos que não foram pagos foi o financiamento de US$ 125 milhões para a construção do Aeroporto de Nacala, no norte do país, a cargo da Odebrecht. A obra virou um elefante branco – no fim do ano passado, como mostrou o Estado, o terminal operava com 4% da capacidade de 500 mil passageiros por ano. No início deste ano, a dívida total do país da costa lesta africana com o BNDES era de US$ 161 milhões. *ESTADÃO CONTEÚDO








Bolsonaro fala em cortar 30% dos cargos em bancos federais
O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta terça-feira, 13, que pretende cortar “no mínimo” 30% dos cargos políticos nos bancos federais. Em conversa com jornalistas no Superior Tribunal Militar (STM), ele confirmou reportagem publicada pelo Estado que sua equipe prepara um “pente-fino” para mapear indicações partidárias no Banco do Brasil (BB), no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Banco do Nordeste (BNB) e no Banco da Amazônia (BASA). “Pretendemos diminuir (o número de cargos) e colocar gente comprometida com outros valores lá dentro”, afirmou.
Ao ser quesionato sobre o “cabide” de empregos nos bancos federais e autarquias, Bolsonaro afirmou que a equipe do economista Paulo Guedes, escalado para o ministério da Economia, irá “rever” as estruturas das instituições. “Vamos diminuir isso aí”, ressaltou. O presidente eleito disse “concordar” que há um “exagero” no número de comissionados e citou ainda o quadro de funcionários dos ministérios.
Na entrevista em Brasília, ele voltou a destacar que pretende dar transparência às operações do BNDES, uma bandeira de campanha. “No BNDES, o sigilo vai ser zero”, disse.
Bolsonaro destacou que as mudanças nos bancos estatais e as nomeações de presidentes, incluindo a do Banco Central, estão sendo analisadas por Paulo Guedes. Até agora, o futuro ministro da Economia informou que Joaquim Levy, ministro da Fazenda no governo Dilma Rousseff, comandará o BNDES. “É da minha índole confiar nas pessoas”, disse Bolsonaro, referindo-se a Guedes. “Essa é a política econômica do Paulo Guedes. Ele tem ascendência”, completou. “O Brasil está numa situação crítica e está nas mãos dele tirar (o País) dessa situação.”
A reportagem do Estado mostrou que na Caixa Econômica os 12 vice-presidentes recebem salário mensal superior a R$ 50 mil, fora gratificações. Já no Banco do Brasil os nove vice-presidentes recebem R$ 61,5 mil por mês. Na instituição, há 1.048 cargos executivos com salários a partir de R$ 24 mil. O banco conta também com 27 diretores (R$ 47,7 mil) e 11 cargos de gerente-geral (R$ 47,7 mil). As remunerações estão acima do teto do funcionalismo público de R$ 33,7 mil.
O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que o governo Michel Temerentregará a Paulo Guedes a lista de indicados a cargos de “livre provimento” com datas de nomeações. A meta da equipe do futuro ministro da Economia é demitir não concursados e trocar funcionários de carreira indicados especialmente pelo MDB e pelo PT. Na avaliação de Guedes o BB passou por uma ampliação de sua estrutura de comando. *ESTADÃO CONTEÚDO






Casos de dengue aumentam 231% no RN em 2018, aponta Ministério da Saúde
Aedes Aegypti — Foto: Marvin Recinos/AFP
Dados epidemiológicos de janeiro a outubro de 2018 divulgados pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (13) apontam que o Rio Grande do Norte está entre os estados brasileiros que mais registraram aumento de casos de dengue, zika e chicungunya neste ano, em relação a 2018. Até 27 de outubro, o aumento de casos de dengue foi de 231%, passando de 6.604 casos em 2017 para 21.898 no mesmo período de 2018.
Ao todo, 12 estados apresentam aumento de casos de dengue em relação ao mesmo período de 2017. O Rio Grande do Norte ficou entre os destaques, com 624,4 notificações por 100 mil habitantes, atrás apenas de Goiás, que teve 1.025 casos por 100 mil habitantes.
Neste mesmo período, os casos de chikungunya e zika, que são trasmistidos pelo mesmo inseto, também tiveram crescimento no Rio Grande do Norte. A chikungunya teve aumento é de 18%, passando de 1.867 casos em 2017 para 2.220 em 2018. Já em relação ao zika, houve avanço de 20%, passando de 432 casos em 2017 para 522 neste ano.
O estado também foi destacado pelo Ministério da Sáude entre os sete que tiveram aumento de zika, com 14,9 casos por 100 mil habitantes.
Campanha
O Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (13) uma campanha publicitária de combate ao mosquito aedes aegypti, para mobilizar a população sobre a importância de intensificar, neste período que antecede o verão, as ações de prevenção contra o mosquito que transmite as três doenças.
Com slogan “O perigo é para todos. O combate também. Faça sua parte”, a campanha ressalta que a união de todos, governo e população, é a melhor forma de derrotar o mosquito, e que a vigilância deve ser constante. Os meses de novembro a maio são considerados o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, porque o calor e as chuvas são condições ideais para a proliferação do mosquito.
Além do lançamento da campanha, está prevista ainda, para o final de novembro, a divulgação do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), ferramenta utilizada para identificar os locais com focos do mosquito nos municípios.
Com base nas informações coletadas, os gestores podem identificar os bairros onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito, bem como o tipo de depósito onde as larvas foram encontradas. O objetivo é que, com a realização do levantamento, os municípios tenham melhores condições de fazer o planejamento das ações de combate e controle do mosquito Aedes aegypti.
Brasil
Até 27 de outubro, foram notificados 220.921 casos de dengue em todo o país, uma pequena redução em relação ao mesmo período de 2017 (223.171). A taxa de incidência, que considera a proporção de casos por habitantes, é de 106,4 casos/100 mil habitantes. Com relação ao número de óbitos, a queda é de 22,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de 167 mortes em 2017 para 130 neste ano.
No caso da chikungunya, houve 80.940 casos, o que representa uma taxa de incidência de 39,0 casos/100 mil habitantes. A redução é de 55,7% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 182.587 casos. A taxa de incidência no mesmo período de 2017 foi de 87,9 casos/100 mil/hab. Neste ano, foram confirmados laboratorialmente 34 óbitos. No mesmo período do ano passado, foram 189 mortes confirmadas.
Foram registrados 7.544 casos de zika em todo país, no mesmo período – uma redução de 54,6% em relação a 2017 (176.616). A taxa de incidência passou de 8,0 em 2017 para 3,6 neste ano. *G1 RN



Pau dos Ferros: após colisão, jovem não resiste a ferimentos e morre
Um jovem de 23 anos, identificado como Bruno, não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu enquanto era atendido no Hospital Regional de Pau dos Ferros.
O fato ocorreu na avenida Independência, no centro de Pau dos Ferros, por volta das 19hs desta terça-feira, 13.
Segundo os funcionários do Hospital, o caso era extremamente grave e que o mesmo não faleceu imediatamente, por ser jovem e gozar de boa saúde. Todos os procedimentos foram feitos, entretanto, o caso estava acima das condições humanas.
O blog leva a sua mensagem de pesar aos familiares e volta a qualquer momento com mais alguma informação.







terça-feira, 13 de novembro de 2018

RIO GRANDE DO NORTE BLOG ALTO OESTE NOTICIAS DO ESTADO DO RN ANTÔNIO MARTINS RN FABIO JUNIOR VENCESLAU RADIO MAROCA

Senador mais votado do RN abre processo seletivo para contratar assessores e exige exame toxicológico
Capitão Styvenson ganhou notoriedade no estado como 'Carrasco da Lei Seca' — Foto: Fernanda Zauli/G1
Senador mais votado do Rio Grande do Norte, o Capitão Styvenson (Rede) abriu nesta sexta-feira (9) processo seletivo para a contratação de assessores parlamentares. De imediato, serão nomeados profissionais de nível superior para atuação no gabinete de apoio, em Natal. Um detalhe: os candidatos aprovados e selecionados devem fazer exame toxicológico.
Os currículos devem atender ao edital, que foi publicado nesta sexta (acesse AQUI).
Estão sendo ofertadas 8 vagas para profissionais nas seguintes áreas:
  • Direito (duas vagas)
  • Administração (uma vaga)
  • Saúde (uma vaga)
  • Educação (uma vaga)
  • Economia (uma vaga)
  • Tecnologia da informação (uma vaga)
  • Comunicação social (uma vaga)
Os escolhidos serão chamados para uma entrevista em dezembro. Os que forem contratados devem começar a trabalhar no dia 2 de fevereiro de 2019, quando se inicia o próximo período legislativo. A remuneração e os benefícios são os previstos no regimento do Senado Federal.
“Essa é uma iniciativa pioneira em nosso estado. Quem sabe até do país. O que eu quero com isso é valorizar as pessoas que moram e conhecem os problemas do nosso estado, as angústias e necessidades do povo potiguar”, destacou Styvenson.
Ainda de acordo com o novo senador, a escolha de um processo seletivo para a contratação de sua equipe vem da necessidade institucional de utilizar ferramentas de gestão de pessoas, sobretudo, no sentido de eficiência e eficácia dos serviços que serão prestados à população.
“É claro que terei outras pessoas mais próximas em nosso gabinete, tanto aqui na capital potiguar quanto em Brasília, mas toda a nossa equipe está sendo formada com base nos preceitos da meritocracia, ou seja, pela competência profissional e também por princípios morais. Por isso a exigência de exame toxicológico e comprovação de capacidade técnica. Eu, inclusive, também me submeterei ao exame. Temos que ser exemplo”, concluiu Styvenson.

Serviço

  • Processo Seletivo
  • 09/11/2018: Publicação do Edital;
  • 12/11/2018 a 14/11/2018: Recebimento dos currículos pelo e-mail assessoria.caprn@hotmail.com
  • 19/11/2018 a 30/11/2018: Análise dos currículos;
  • 03/12/2018 a 05/12/2018: Entrevista com os candidatos selecionados;
  • 14/12/2018: Resultado final da seleção, com a convocação dos selecionados por e-mail.
*G1 RN





Petrobras vai reduzir nesta terça preço da gasolina nas refinarias outra vez; Postos não baixam preço ao consumidor
Nesta terça-feira, dia 13, a Petrobras vai promover mais um corte no preço da gasolina vendida nas refinarias. O custo do litro vai baixar de R$ 1,6734 para R$ 1,6616 — uma redução de 0,70%.
Este novo recuo seguirá a tendência de diminuição de preços registrada desde 25 de setembro, quando o preço do litro nas refinarias baixou de R$ 2,2514 para R$ 2,2381 (corte de 0,59%). De lá para cá, foram sucessivas reduções, acumulando uma queda de 26,19% (até 13 de novembro).
Considerando somente o mês de novembro, a redução do custo do litro nas refinarias chega a 10,8%. No cenário externo, o preço do barril do petróleo também está em queda (US$ 70).
O preço do óleo diesel permanecerá inalterado (R$ 2,1228), segundo informações do site da Petrobras.
A gasolina e o diesel vendidos nas refinarias às distribuidoras são diferentes dos produtos à venda nos postos de combustíveis. São os combustíveis tipo A, ou seja, gasolina antes de sua combinação com o etanol, e diesel sem adição de biodiesel.

Repasse ao consumidor
O repasse ou não da queda de preço nas refinarias aos postos de combustíveis depende dos outros elos da cadeia, incluindo distribuidoras e revendedoras, bem como tributos incidentes sobre o produto e a mistura obrigatória de etanol anidro (de 27%).
Os tributos que incidem sobre os combustíveis são: Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS, estadual), Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide, federal), Programa de Integração Social / Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep, federal) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (CSLL, federal).
Composição de preços segundo a ANP, média do Brasil
Preço do produtor de gasolina comum (A) – R$ 1,62 (34,6%)
Preço do etanol anidro – R$ 0,51 (10,8%)
Tributos federais (PIS/Pasep, Cofins e Cide) – R$ 0,69 (14,6%)
Tributo estadual (ICMS) – R$ 1,26 (26,8%)
Margem bruta de distribuição + custo de transporte – R$ 0,19 (4,1%)
Margem bruta de revenda – R$ 0,43 (9,1%)
Preço ao consumidor – R$ 4,70
Composição de preços segundo a ANP, média do Sudeste
Preço do produtor de gasolina comum (A) – R$ 1,70 (36,1%)
Preço do etanol anidro – R$ 0,50 (10,6%)
Tributos federais (PIS/Pasep, Cofins e Cide) – R$ 0,69 (14,6%)
Tributo estadual (ICMS) – R$ 1,26 (26,8%)
Margem bruta de distribuição + custo de transporte – R$ 0,15 (3,1%)
Margem bruta de revenda – R$ 0,41 (8,7%)
Preço ao consumidor – R$ 4,69
Fonte : Dados de setembro, da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)
*O Globo





Suspeito confessa que matou artista potiguar por dívida de R$ 180
Zezo Silva foi encontrado morto, dentro de casa, ao lado de uma chave de fenda — Foto: Redes Sociais
O homem preso suspeito de ter matado o ator e bailarino Zezo Silva, de 62 anos, disse à polícia que cometeu o crime por causa de uma dívida de R$ 180. Ele foi detido em Parelhas, região Oeste potiguar, na sexta-feira (9), e a Polícia Civil divulgou a confissão nesta segunda (12).
O crime aconteceu no dia 5 de outubro no bairro Cidade Alta, em Natal. O bailarino José Raimundo da Silva, conhecido como Zezo, foi morto dentro de sua casa com golpes de arma branca. Uma chave de fenda foi encontrada ao lado do corpo.
E o motivo seria a dívida de R$ 180, segundo afirma o suspeito. “Ele conta que foi até a casa de Zezo com o intuito de receber o valor, mas que houve uma briga, que Zezo o teria chutado e o ameaçado com uma faca. Faca essa que teria sido usada pelo suspeito para golpear Zezo no pescoço”, detalhou o diretor da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), delegado Marcos Vinícius.
Apesar de o homem ter confessado, as investigações da DHPP sobre o crime ainda prosseguem, pois a polícia afirma a versão possui contradições e outras linhas de investigação estão sendo estudadas.
“Um dado que nos chama a atenção é o fato da vítima ter sido encontrada sem as vestes da parte inferior e o fato do suspeito ter permanecido no imóvel aproximadamente duas horas. Por isso, ainda contamos com a ajuda da população para que nos envie informações que possam nos ajudar a esclarecer o crime”, solicitou o delegado Marcos Vinícius.
As informações podem ser enviadas de forma anônima e com garantia de sigilo para o Disque Denúncia 181. *G1 RN



Carro de candidato a prefeito da cidade de Água Nova/RN é atingido por disparos de arma de fogo
O carro de campanha do candidato a prefeito na eleição suplementar do município de Água Nova/RN, Ronaldo Souza(DEM) foi alvo de disparos de arma de fogo nesta segunda-feira(12).
Segundo informações o candidato e sua equipe estava realizando visitas a residências em um bairro da cidade, quando por volta das 19h30, o candidato pediu ao motorista para ir a sua residência pegar material de propaganda.
No momento em que o motorista seguia pela Rua 02 de Fevereiro, teve o veículo alvejado por disparos de arma de fogo, sendo que pelo menos oito tiros atingiram o veículo, um Fiat Uno.
Os projeteis atingiram o banco de passageiros, local que deveria estar ocupado pelo candidato Ronaldo Souza. A polícia e a justiça eleitoral já foram informadas da situação, o qual já determinou imediato reforço policial no município. *Focoelho




Polícia prende quadrilha especializada em arrombar cofres em PE, PB e RN
Homens foram presos com materiais utilizados para arrombamento de cofres no Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação
A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha especializada em arrombar cofres em Pernambuco, na Paraíba e no Rio Grande do Norte, dentro da Operação Penumbra, divulgada nesta segunda-feira (12). Durante a investigação, foram presos dez homens.
Segundo a corporação, há, ao menos, dez ações criminosas ligadas ao grupo, que costumava usar explosivos e ferramentas de serralharia para praticar os crimes.
De acordo com o delegado Paulo Jean Barros, da Delegacia de Polícia de Delitos de Trânsito, na quinta-feira (8), no Recife, foram cumpridos cinco mandados de prisão e expedidos sete mandados de busca e apreensão de veículos, além de cinco mandados de busca e apreensão domiciliar. Na ocasião, cinco pessoas foram presas.
Outras cinco haviam sido presas ao longo do ano, em ações rotineiras da corporação. “Iniciamos a investigação em abril. É uma quadrilha que agia em Pernambuco, na Paraíba e no Rio Grande do Norte. Os dez elementos que prendemos atuavam no arrombamento de cofres de postos de gasolina, casas lotéricas, bancos”, explicou o delegado.
Segundo o delegado Luiz Alberto Braga, da Delegacia de Roubos e Furtos, dois dos suspeitos são de uma família de serralheiros no bairro do Jordão, Zona Sul do Recife, e utilizavam do conhecimento adquirido na profissão para praticar os crimes.
“Cada um dos membros da quadrilha tinha uma atividade pré-definida. O líder trabalhava como serralheiro desde os 12 anos de idade e fez com que o irmão dele também atuasse no grupo. Eles também usavam furadeiras e esmerilhadeiras para fazer o corte dos cofres”, disse Luiz.
O grupo costumava atuar durante a madrugada, explodindo os cofres dos estabelecimentos. “O líder da quadrilha, no momento da prisão, estava se preparando para efetuar uma nova ação, junto com outros dois elementos. Eles foram presos com vários equipamentos que usam para praticar os crimes”, disse o delegado Paulo Jean.
Os cinco presos na quinta-feira (8) foram encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, e foram autuados pelo crime de associação criminosa. *G1 RN






Dezoito governadores eleitos confirmam ida a evento com Bolsonaro
Resultado de imagem para fátima bezerra e bolsonaro
O presidente eleito, Jair Bolsonaro, deverá se encontrar nesta quarta-feira (14), em Brasília, com pelo menos 18 governadores eleitos ou reeleitos. O evento está sendo organizado pelos futuros governadores do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e de São Paulo, João Doria. O encontro, marcado para as 9h, será no Centro Internacional de Convenções de Brasília (CICB), que fica próximo do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), local de trabalho da equipe de transição de governo.
Segundo os organizadores, a ideia é que seja um “encontro de aproximação”. Os anfitriões ainda aguardam a confirmação do futuro presidente. Além de Bolsonaro, deverão participar do evento os futuros ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. A palavra também será aberta aos futuros governadores.
Até agora, confirmaram presença os governadores eleitos do Acre, Gladon Cameli; Amapá, Waldez Góes; Amazonas, Wilson Lima; Distrito Federal, Ibaneis Rocha; de Goiás, Ronaldo Caiado; Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; Minas Gerais, Romeu Zema; Mato Grosso, Mauro Mendes; do Pará, Helder Barbalho; Paraná, Ratinho Júnior;, Rio de Janeiro, Wilson Witzel; Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra; Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; de Roraima, Antonio Denarium; Santa Catarina, Coronel Carlos Moisés da Silva; São Paulo, João Doria; e do Tocantins, Mauro Carlesse.
O vice-governador da Bahia, João Leão, que no momento é governador em exercício, virá representando o estado. Os demais governadores eleitos ou reeleitos ainda não confirmaram participação no encontro. *Agência Brasil












IBAMA encontra mais de 1.350 jumentos, cachorros e gatos mortos de fome e sede em Apodi
O que era para ser um santuário para centenas de animais, se transformou num “campo de concentração”, ou seja, foram deixados lá para morrer as centenas de fome e sede. A propriedade pertence ao agropecuarista Eribaldo Cosme Nobre, o Jesus, de 55 anos, que até pouco tempo recebia os animais apreendido nas rodovias e nas áreas urbanas e alimentava em sua propriedade.Policiais civis da Delegacia Especializada Proteção Ao Meio Ambiente (DEPREMA) com o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) descobriram, através de denúncias anônimas, nesta segunda-feira (12), que o “Santuário”, localizado na Zona Rural de Apodi, havia se transformando em três grandes cemitérios com centenas de animais mortos. Os técnicos encontraram carcaças de aproximadamente 500 cachorros, 700 jumentos e 150 gatos, todos em situação de maus-tratos.
No local ainda restam dezenas, talvez, centenas de animais sofrendo maus tratos ao extremo. Muitos morrendo de fome e sede. O proprietário não foi encontrado no local, mas a polícia tem sua identificação e vai indicia-lo por maus tratos aos animais.
As investigações iniciais apontam ainda que Eribaldo “Jesus” recebe estes animais de prefeituras de Apodi, Mossoró e cidades vizinhas, mantendo os bichos doentes e alimentados tipo de “mistura”. No início, Jesus tinha alimento e água em sua propriedade.
Ao passar do tempo, as pessoas pararam de fazer doações de ração e, devido as chuvas, também ficou sem pasto e água. A consequência disto foi a morte para os animais presos na propriedade. Será aberto um procedimento criminal para investigação das “doações” que o homem recebe através dessas prefeituras. Eribaldo “Jesus” foi indiciado por maus tratos e por guarda ilegal de animais silvestres (sendo 2 papagaios, um tucano e um macaco prego),já apreendidos pelo IBAMA.
Nas redes sociais, tão logo a matéria com dados da Secretaria Estadual de Segurança e Defesa Social foi publicada, começou os julgamentos. Muitos condenaram a atitude do ato de Eribaldo Jesus por receber os animais sem ter condições de alimentá-los corretamente.
Outros, no entanto, o vê como herói. “Esse cidadão é um herói então, que fracassou em sua luta, no entanto ele ao menos tentou, enquanto o Estado debruça as verbas com outras finalidades, vou mais além não está gastando nem com o próprio ser humano que está jogado em um leito do hospital imagine com bicho do Sertão”, diz o bacharel Cristiano Angelo.
O bacharel continua: “Todos sabem que criar um animal não é fácil. Todos nós sabemos a fedentina se o ambiente não estiver higienizado, podendo até mesmo contrair diversas doenças, e esse senhor cuidava de centenas, então nesse dia, vem a mão do Estado punir quem menos deveria ser punido, aliás, pergunte aqui quem quer levar um jumento para casa”. *Mossoró Hoje





Concurso público da prefeitura de Taboleiro Grande/RN oferecerá 36 vagas em diversos cargos
A prefeitura do município de Taboleiro Grande, estado do Rio Grande do Norte, publicou no Diário Oficial da União, edição de segunda-feira 12 de novembro de 2018, o aviso de Concurso Público nº 001/2018 em que objetiva a ocupação de cargos efetivos vagos.
De acordo com o documento oficial a empresa responsável pelo planejamento e execução do certame será a Consulpam Consultoria.
As inscrições estarão abertas no período que compreende dia 12 de novembro a 12 de dezembro de 2018 através do endereço eletrônico da organizadora https://www.consulpam.com.br.
O edital na íntegra ainda não encontra-se no site da banca organizadora, podendo, deste modo, nas próximas horas ser disponibilizado.
Confira o Edital Aqui.
*Blog João Moacir







Fátima anuncia especialista em segurança para equipe de transição
Resultado de imagem para fátima bezerra
Após criticas da imprensa a futura governadora Fátima Bezerra anunciou nesta segunda o nome para equipe de transição especialista em segurança. Agora vai….
Por AGORA RN
O cientista e coordenador do Observatório de Violência Letal-Intencional do Rio Grande do Norte (OBVIO), Ivênio Hermes, aceitou o convite da governadora eleita Fátima Bezerra (PT) e passará a integrar a equipe de transição da petista. Ivênio realiza há anos um levantamento das mortes violentas ocorridas no Estado e é considerado referência em segurança pública. O “sim” para o convite de Fátima foi dado nesta segunda-feira, 12.
“A governadora fez esse convite para mim há alguns dias, mas como tive um problema de coluna, acabei precisando adiar o aceite para que não prejudicasse os trabalhos gerais da equipe de transição. Hoje (segunda, 12), ela reiterou o convite e desta vez pude aceitar. Estou melhorando aos poucos e, na quarta-feira, 14, vou reunir com ela para assumir os trabalhos”, confirmou Ivênio ao Agora RN.
De acordo com o cientista, boa parte do plano de governo de Fátima voltado para a área da segurança pública tem sugestões suas, como a valorização dos profissionais do setor e a integração da Secretaria de Segurança Pública (Sesed) com a de Justiça e Cidadania (Sejuc). “São pastas que precisam trabalhar de forma alinhada para que possam construir políticas que dêem resultado a longo prazo. Tudo que a gente contribuiu para colocar no plano vamos batalhar para pôr em prática na nova gestão”, completou Hermes.
A chegada oficial de Ivênio na equipe de transição de Fátima Bezerra supre uma lacuna que o grupo tinha na área. Especialista em Gestão e Políticas de Segurança Pública, Ivênio também acumula no currículo a coordenação de diversas operações de segurança em estados como Rio de Janeiro, Pará, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. No Governo Robinson Faria (PDT), esteve a frente do setor de estatísticas ao longo do primeiro semestre de 2015.







Após premiar o STF com aumento, Congresso debate congelamento salarial do funcionalismo
Uma semana depois de o Senado ter retirado do freezer o projeto que elevou em 16,39% os vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal e da procuradora-geral da República, uma comissão especial de deputados e senadores se reúne nesta terça-feira (13) para discutir o congelamento de reajustes que seriam pagos a diversas categorias do funcionalismo público a partir de janeiro de 2019.
O resfriamento do contracheque dos servidores consta de medida provisória enviada ao Congresso por Michel Temer. Antes de chegar aos plenários da Câmara e do Senado, a proposta tem que passar pelo crivo de uma comissão mista. O colegiado reuniu-se na quarta-feira da semana passada —mesmo dia em que os senadores enviaram o aumento do Supremo e da Procuradoria para a sanção de Temer.
Sem clima, os membros da comissão adiaram para esta terça-feira a eleição de um presidente e de um vice-presidente, além da escolha de um relator para a medida provisória. O governo alega que os aumentos precisam ser adiados para 2020 em nome do equilíbrio das contas públicas. Até a semana passada, o argumento parecia lógico. Perdeu o nexo depois da exceção aberta para o STF.
O congelamento previsto na medida provisória de Temer afeta 372 mil pessoas, entre servidores ativos (209 mil) e aposentados (163 mil). Se for aprovado, evitará gastos de R$ 4,7 bilhões no próximo ano. O aumento dos salários do STF, que descerá em cascata por toda a administração pública, deve custar entre R$ 4 bilhões e R$ 6 bilhões por ano.
Entre as corporações que seriam afetadas pelo congelamento estão servidores da elite do funcionalismo, lotados na Polícia Federal, Receita Federal, Banco Central e Itamaraty. Há também na lista médicos e professores. Ironicamente, os reajustes foram aprovados sob Michel Temer. Alegou-se que já haviam sido negociados pelo governo de Dilma Rousseff, antes do impeachment.
Para restaurar a lógica, Temer precisaria vetar o aumento que elevou os salários da cúpula do Supremo e da Procuradoria de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil por mês. Mas é improvável que um presidente em fim de mandato, com duas denúncias por corrupção e dois inquéritos criminaios sobre os ombros, se anime a desafiar os interesses monetários da nova CUT, Central Única das Togas.  *JOSIAS DE SOUZA







Banco do Nordeste oferece serviços e linhas de microcrédito no interior do RN
O Banco do Nordeste criou uma série de eventos para oferecer à população da Região serviços e informações sobre as linhas de crédito dos programas de microcrédito Agroamigo (rural) e Crediamigo (urbano). No Rio Grande do Norte, o “Acelera Microcrédito” vai ser realizado em cinco municípios: Parnamirim, Caicó, Assú, Pau dos Ferros e Currais Novos, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RN).
O primeiro evento, semelhante a uma feirinha, será realizado nesta terça-feira, 13, na Associação dos Moradores da Cohabinal, em Parnamirim, a partir das 8h. O Acelera Microcrédito do Banco do Nordeste oferecerá oportunidades de crédito, feira de produtos dos próprios clientes, palestra sobre empreendedorismo e prestação de serviços, como cortes de cabelo, e apresentações culturais.
Autoridades locais, representantes de instituições e entidades parceiras do BNB, produtores rurais e clientes empresariais estão entre os convidados. Eles vão conhecer a importância do microcrédito orientado para o município da Região Metropolitana de Natal e para o Rio Grande do Norte.
Até o dia 31 de outubro, o Crediamigo fez mais de 10 mil operações de crédito em Parnamirim, com R$ 27 milhões em empréstimos concedidos. No Estado, no mesmo período, foram 177,6 mil operações, que resultaram em R$ 409,3 milhões em empréstimos para micro e pequenos empreendedores.
No campo potiguar, o Agroamigo fechou mais de 23 mil empréstimos nos últimos dez meses e contratou R$ 117,2 milhões. Com uma zona rural reduzida, as operações de microcrédito dos produtores parnamirinenses estão concentradas na agência Macaíba.
Calendário do Acelera Microcrédito Banco do Nordeste:
– Parnamirim, 13 de novembro
– Caicó, 20 de novembro
– Assú, 4 de dezembro
– Pau dos Ferros, 11 dezembro





No RN, 26,3% dos inscritos faltam ao segundo dia de provas do Enem 2018
No RN, 26,3% dos candidatos inscritos faltaram ao segundo dia do Enem 2018 — Foto: Ananda Migliano/Estadão Conteúdo
O segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 registrou a ausência de 26,3% dos candodatos inscritos no Rio Grande do Norte, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Neste ano, 124.047 estudantes se inscreveram para fazer o Enem no RN.
Nacionalmente, o Enem registrou 1.610.681 ausências, o que representa 29,2% do total de 5.513.749 inscritos na edição. A abstenção, entretanto, é um dado que contempla os dois dias de aplicação e será divulgada após a conferência das atas de todos os locais de prova.
Neste domingo, as provas foram de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Os gabaritos e Cadernos de Questões serão liberados em 14 de novembro, no site do Enem.
Os resultados estão programados para 18 de janeiro de 2019. *G1 RN





Pau dos Ferros recebe grande evento do empreendedorismo: Gran Circo empreendedor
Integrando a Semana Global de Empreendedorismo e em comemoração dos 45 anos do Sebrae/RN iremos promover nos dias 12 e 13 de novembro de 2018, a partir das 19h na estrutura do Circo Babalu, em Pau dos Ferros/RN, o GRAN CIRCO EMPREENDEDOR: MOTIVANDO PESSOAS.
O evento contará com participação de Rodrigo Pimentel, ex-capitão do Bope do Rio de Janeiro e idealizador do filme Tropa de Elite I e II com a palestra Construindo Tropas de Elite, com Rafael Demetrius consultor do SEBRAE/RN e facilitador do Seminário do PNUD com a palestra Pegadas para o Sucesso, com apresentações circenses do grupo Tropa Trupe, Facetas e Mutretas e participação também de Amazan empresário dono da única fábrica de sanfona do nordeste, músico e prefeito, com a palestra Tocando negócios: empreendedorismo, poesia e música.
Participação especial da Banda Filarmônica de Pau dos Ferros. Vagas Limitadas.
Informações e inscrições no Sebrae: 3351-6300 ou paudosferros@rn.sebrae.com.br







Homem morre e candidato a prefeito de Guamaré fica ferido em acidente com três carros na BR-406
Candidato Adriano Diógenes e o motorista dele, Vânio Morais, estavam em um HB20. Feridos, ambos foram socorridos para Natal — Foto: Cedida
Um homem morreu e outros dois ficaram feridos na noite desta sexta-feira (9) em um acidente envolvendo três carros na BR-406, em Ceará-Mirim, cidade da Grande Natal. Entre os feridos está o candidato a prefeitura de Guamaré, cidade da região salineira do estado, em eleição complementar marcada para o dia 9 de dezembro. Já o homem que morreu, foi identificado como Severino Batista de Oliveira, de 53 anos.
O candidato é Adriano Diógenes (MDB). Ele, que é ex-secretário de Saúde de Guamaré, estava com o motorista dele, Vânio Morais. Ambos foram socorridos ao Hospital Santa Catarina, na Zona Norte da capital, e não correm risco de morte.
O acidente aconteceu por volta das 19h30, no km 147 da rodovia, em frente ao estádio Barretão. Foram duas colisões. A primeira entre uma Strada, onde estava Severino, e um HB20, onde seguiam viagem Adriano e o motorista. Após a batida, também acabou colidindo uma Veraneio. O motorista dela sofreu ferimentos leves.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a primeira batida foi provocada por uma ultrapassagem forçada feita pelo condutor da Strada, que morreu ainda no local. *G1 RN







‘Moro vai prender corruptos com rede arrastão’, diz Bolsonaro
A ‘live’ do presidente eleito, Jair Bolsonaro, nesta sexta-feira (9) foi repleta de declarações importantes. Entre elas, o militar reforçou a independência oferecida ao juiz federal Sergio Moro para “pescar” políticos corruptos.
“Moro vai pegar vocês, corruptos. Antes ele pescava de varinha, agora vai ser com rede arrastão de 500 metros”, afirmou Bolsonaro.
O futuro presidente também confirmou que retornará a Brasília na próxima semana, apesar do feriado, para continuar os trabalhos da equipe de transição.
Ele também prometeu que os nomes dos ministros da Educação, Saúde e Relações Exteriores serão anunciados nos próximos dias. *Estadão Conteúdo




Câmara de Pau dos Ferros anuncia Concurso Público com salários de até R$ 2,5 mil
Resultado de imagem para câmara de vereadores de pau dos ferros
A Câmara de Pau dos Ferros – RN disponibiliza o edital do Concurso Público que tem como objetivo contratar oito servidores. As oportunidades disponíveis são para profissionais de nível Médio/ Técnico e Superior.
Encontram-se vagas nas seguintes funções: Contador (1), Assistente Administrativo (3), Motorista AB (2), Técnico em Informática (1) e Operador em Áudio, Vídeo e Sistemas (1), sendo uma das vagas do cargo de Assistente Administrativo destinada à Pessoas com Deficiência. Os profissionais receberão de R$ 954,00 a R$ 2.500,00, para atuar por 40h semanalmente.
Inscrições deverão ser feitas a partir das 10h do dia 12 de novembro de 2018 até o dia 9 de dezembro de 2018, via internet, no site da organizadora cpcon.uepb.edu.br. A taxa cobrada varia de acordo com a escolaridade do candidato, sendo R$ 80,00 para nível Médio/ Técnico e R$ 100,00 Superior.
Prevista para acontecer no dia 27 de janeiro de 2019, a Prova Escrita Objetiva tem como conteúdo programático: Português, Informática, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos. Para o cargo de Motorista AB será realizada ainda uma Prova Prática, prevista para ocorrer no dia 24 de fevereiro de 2019.
Conforme consta no edital a validade do certame é de dois anos, prorrogável por igual período. Para mais informações confira o documento disponível em nosso site. *PCI Concursos





Controladoria Geral do RN publica edital para concurso com 53 vagas
Resultado de imagem para concurso controladoria geral do RN
A Controladoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte publicou na edição deste sábado (10), no Diário Oficial do Estado (DOE), edital para concurso público com a oferta de 53 vagas. Os cargos são para Analista Contábil (30 vagas) e Técnico de Controle Interno (23 vagas).
De acordo com o edital (acesse AQUI), as inscrições começam na terça-feira (14) e vão até 16 de dezembro. O valor da taxa é de R$ 90.
A remuneração é composta por: R$ 3.095,63 + R$ 1.200,00 (Vencimento + Gratificação de Desempenho), Totalizando R$ 4.295,63. A carga horária é de 40 horas semanais.
A banca organizadora do concurso é o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), e os candidatos devem acessar o site da banca para realizar a inscrição.
O concurso tem duas etapas:
  • Provas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório
  • Avaliação de títulos
As aplicações das provas objetiva e discursiva serão realizadas em Natal. A primeira será no dia 20 de janeiro/19 e a segunda no dia 10 de fevereiro/19.





Polícia Civil resgata idoso de 70 anos de cárcere privado no interior do RN
Construção onde idoso era mantido ficava ao lado de currais e chiqueiros  — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Construção onde idoso era mantido ficava ao lado de currais e chiqueiros — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Um idoso de 70 anos foi resgatado pela Polícia Civil de um cárcere privado, neste sábado (10), em São Rafael, na região Oeste potiguar. Segundo os investigadores, o homem era mantido há mais de um ano em um quarto com cadeado, próximo a chiqueiros e galinheiros, por uma família que ficou responsável por cuidar dele em troca de sua aposentadoria. Ninguém foi preso.
O resgate foi realizado pela equipe da Delegacia de Assú, após uma denúncia feita por telefone. O denunciante informou que o homem passava o dia inteiro preso no local e que o dinheiro de sua aposentadoria era desviado pelos cuidadores.
Conforme o delegado Cidórgeton Pinheiro, o homem foi encontrado em uma pequena construção sem janelas, fechada por porta, grades e correntes, no quintal de uma casa. Havia apenas uma cama, um vaso sanitário, uma torneira e baldes. Não havia sequer um ventilador.
Aos policiais, o idoso afirmou que viviva como se estivesse preso, como criminoso, mesmo sem ter feito mal a ninguém. Ele afirmou que estava no local há mais de um ano, contra a vontade, saindo apenas para ser vacinado. Ainda de acordo com ele, seus documentos ficavam com os moradores da casa, assim como as suas roupas.
A vítima será encaminhada para um abrigo. Apesar de ninguém ter sido preso, a polícia vai continuar a investigação do caso para identificar os responsáveis pelo crime. *G1 RN
Construção onde homem estava tinha apenas uma cama, baldes e um vaso sanitário, segundo a Polícia Civil — Foto: Polícia Civil/Divulgação







Vieirense morre ao perder controle da motocicleta e cair fora da pista na RN 117
Gilmara Fernanda de Queiroz, 25 anos(02-01-1993) , morreu após perder o controle da motocicleta Honda CG Titan, ano e modelo 1998-1997, de cor vermelha, placa de Felipe Guerra-RN e cair fora da pista na RN 117 , entre o município de Marcelino Vieira e Tenente Ananias. Fernanda era natural e residente em Marcelino Vieira-RN.
O acidente aconteceu na manhã deste sábado (10) quando ela seguia pela rodovia no sentido Tenente Ananias onde ia pegar uma amiga que vinha da cidade de Sousa-PB e na altura do Sítio Picos, na zona rural de Marcelino Vieira, perdeu o controle, a jovem que não fazia o uso do capacete saiu da pista passando pelo meio fio e caindo próximo a uma cerca, morrendo no local.
As Polícias Militares de Marcelino Vieira com apoio de Tenente Ananias chegaram ao local e permaneceram até a chegada do ITEP-RN, mas de cinco horas após o sinistro.
Uma equipe do 4º DPRE foi ao local para confeccionar o BAT e demais providencias.
As circunstâncias do acidente serão investigadas pela Delegacia de Polícia civil de Marcelino Vieira-RN. *Nosso Paraná