SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

RÁDIO MAROCA WEB EM ANTÔNIO MARTINS RN

RÁDIO MAROCA WEB  EM ANTÔNIO MARTINS RN
RÁDIO MAROCA - Clique Aqui - Visite o Nosso Site

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau - Rádio Maroca Antônio Martins RN

MPRN requer que Prefeituras cobrem de ex-gestores ressarcimento aos cofres públicos
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) expediu recomendações aos prefeitos de Baía Formosa, Canguaretama e Caraúbas para que procedam execução judicial ordenada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) a ex-gestores. O MPRN requer que sejam devolvidos valores aos cofres públicos de cada cidade que deixaram de ser recolhidos pelos réus. A soma resulta em mais de R$ 130 mil.
Em Baía Formosa, a Prefeitura deve cobrar devolução monetária ao ex-gestor Samuel Monteiro Cruz, em face de condenação imputada pelo TCE, no valor de R$ 23.486,69. Em relação a Canguaretama, foram emitidas duas recomendações pela Promotoria de Justiça da comarca.
Uma requer que a prefeita e o procurador-geral municipal executem a condenação imputada ao ex-presidente da Câmara Municipal, Jailson Brasilino da Silva, para o ressarcimento de R$ 85.086,02 – quantia que não foi recolhida ao cofre municipal. A segunda recomendação visa a execução de cobrança de R$ 182.840,00 ao ex-prefeito de Canguaretama Edmilson Faustino dos Santos. O valor também corresponde ao montante que não foi recolhido.
Em Caraúbas, o montante que deve voltar para o cofre municipal é de R$ 23.236,80, a ser cobrado do ex-chefe do Executivo, Francisco Eugênio Alves da Silva. O valor é referente a serviços pagos e não executados, acrescidos do percentual 30% e que também deixou de ser recolhido pela Prefeitura. Na condenação, o TCE ainda estipulou multa de R$ 600 por diversas irregularidades. *Com informações do MPRN






RN é o estado com a maior taxa de crimes violentos de 2017
Ano passado, 2.246 pessoas foram vítimas de crimes violentos no estado (Foto: Ney Douglas)
Com uma taxa de 64 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes, o Rio Grande do Norte foi o estado brasileiro mais violento de 2017 quando considerado o tamanho da população. O levantamento foi realizado em todo o país pelo G1  por meio do Monitor da Violência – que usou dados oficiais repassados diretamente pelas secretarias de segurança pública de cada estado ou por meio da Lei de Acesso à Informação.
A projeção populacional do IBGE para o RN em 2017 foi de aproximadamente 3,5 milhões de habitantes.
No RN, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), 2.246 pessoas foram vítimas de crimes violentos no ano passado, sendo: 1.862 homicídios, 83 latrocínios e 301 casos de lesões corporais que resultaram em morte.
Fora essas três situações, também foram registrados ano passado 139 casos de ‘Ação Típica de Estado’, que é quando o indivíduo morre em razão de alguma ação de segurança pública, como a troca de tiros com policiais, por exemplo.
O segundo estado mais violento em 2017, ainda de acordo com o levantamento do G1, foi o Acre, com total de 530 mortes registradas e taxa de 63,9 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes.

Outros dados

O Rio Grande do Norte apresentou um crescimento de 72,9% nos casos de latrocínio (roubo seguido de morte) quando comparados os últimos dois anos. O número de latrocínios no estado pulou de 48 (em 2016) para 83 (em 2017).
O estado também teve a pior taxa de lesão corporal seguida de morte do país. Em 2017, foram 301 casos, e em 2016, tinham sido 118 – o que dá um crescimento de 155% em apenas um ano.
Em termos de crescimento, o RN foi o 5º com maior evolução na taxa de mortes violentas. *G1 RN





Prefeitura de Cajazeiras custeia cirurgia de silicone no valor de R$ 1,8 mil para irmã de secretária
A Prefeitura de Cajazeiras pagou uma cirurgia de mastopexia com prótese – o procedimento, que levanta as mamas, é indicado para flacidez nos seios – no valor de R$ 1,8 mil. O empenho foi feito através do Fundo Municipal de Saúde. A contemplada foi Mayanne Valêncio de Oliveira, apontada como irmã da secretária executiva de Desenvolvimento Econômico do município, Daianny Oliveira, e filha da ex-vereadora Lucieide Valêncio.
De acordo com o Serviço de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), o empenho está datado no dia 4 de setembro de 2017, e consta como pago no dia 6 de setembro. A cirurgia possivelmente foi realizada em um hospital particular de João Pessoa.
A reportagem entrou em contato com a secretária de Saúde de Cajazeiras, Paula Francinete (PP), esposa do prefeito José Aldemir (PP), que não quis prestar esclarecimentos e tratou de forma rude e anti-profissional o repórter durante ligação. Segundo Paula, ela não tem esclarecimentos e nem declaração para dar a ninguém. Indagada que o posicionamento seria para prestar contas à população, ela atacou o Diretor Geral do Blog, Fabiano Gomes, e desqualificou o trabalho do repórter.
Ainda tentamos contato com a secretária Daianny Oliveira, através do contato fornecido no portal oficial da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, mas as ligações não foram completadas. *Panorama noticiais