SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN
CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU
Ouça a Nossa Rádio Venceslau AM

Ouça a Web Rádio Venceslau A M

Ouça a Web Rádio Venceslau A M
Rádio Venceslau Am Para Ouvir Clique no FlowPlayer

PARA OUVIR A Rádio Venceslau Clique no flowplayer

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo
Retransmissão Via/Web 24 Horas no AR - Ouça a Rádio Venceslau agora pelo seu celular- Click em cima desta foto e instale o APP é super fácil e rápido.

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau



O Banco Central confirmou a expectativa dos economistas e acelerou o ritmo de corte do juro. Diante da inflação menos intensa e da fraqueza da atividade econômica, a taxa básica foi reduzida ontem em 1 ponto porcentual, para 11,25% ao ano. Essa foi a quinta redução consecutiva e o BC avalia que o novo ritmo é “adequado no momento”. O presidente Michel Temer comemorou. “Vai ajudar a acelerar o crescimento econômico e a gerar empregos”.
A decisão unânime do Comitê de Política Monetária (Copom) mostra que o BC está confortável com a desaceleração dos preços e a percepção majoritária no mercado financeiro de que a inflação deverá ficar abaixo do centro da meta em 2017 (ou seja, abaixo de 4,5%) e em torno dessa referência em 2018.
Com esse cenário, a tesoura avançou sobre a taxa Selic em um ritmo não visto há quase oito anos. O último corte de juro de 1 ponto foi em junho de 2009, quando o mundo tentava se desvencilhar do estouro da crise financeira global. Desde o início do atual ciclo de cortes, em outubro do ano passado, o juro já caiu 3 pontos porcentuais. *Estadão



A seca que castiga a região Nordeste do Brasil é histórica e apesar das boas chuvas que têm caído no Rio Grande do Norte ultimamente, os produtores e agricultores seguem lutando para que seus plantios possam ser colhidos. O tema de seca tem sido motivo de bastante preocupação para a comunidade da agricultura, em especial, para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do estado (Faern), Zé Vieira, que se disse bastante preocupado não apenas com os efeitos imediatos que a seca gera, mas também com os de longo prazo, como provocar a desistência das atividades dos produtores, algo que pode atingir negativamente a indústria potiguar.
“Enxergo tudo isso com muita preocupação, porque em função de seis anos de seca, muitos produtores não estão conseguindo ter produtividade por conta do clima e isso faz com que eles resolvam abandonar a atividade”, disse Zé Vieira à reportagem do Agora Jornal.
Como consolo, Zé Vieira destacou que o Rio Grande do Norte é muito forte em termos de agricultura irrigada – isto é, utilizando a água como insumo agrícola –, diferentemente da agricultura de sequeiro, em que o plantio é feito em terrenos de baixa pluviosidade. “Temos uma agricultura irrigada muito forte. Temos, por exemplo, a maior produtora de melão no país no Rio Grande do Norte, bem como a maior empregadora rural do Brasil. Entretanto, quanto à agricultura de sequeiro já não é a mesma coisa. Há essa frustração por conta da seca”, destacou.
Nesta terça-feira 11, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou um estudo que mostra que, em março, há uma previsão de grãos 25,1% maior em relação a 2016 – 230,3 toneladas. Na tabela que mostra a contribuição de cada estado na produção de cereais, leguminosas e oleaginosa, o Rio Grande do Norte, previsivelmente, aparece como um dos últimos colocados com uma porcentagem de participação de apenas 0.1%. Não por acidente, como explica Zé Vieira.
“É um retrato do Brasil. O Rio Grande do Norte não é produtor de grãos em função de clima. Por causa do semiárido, que acomete 93% de nosso estado, isso não é possível. Mas, mesmo assim, ainda existe algum plantio, principalmente quando o assunto é a subsistência. O agricultor familiar, por exemplo, planta milho, mas é para consumo próprio, não é para comercialização. A única produção de milho verde que temos é irrigada. O Rio Grande do Norte está no sexto ano de seca. Esta é uma situação muito grave e, infelizmente, não temos perspectiva de termos boas safras de grãos no estado”, explicou o presidente da Faern.