SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN
CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU
Ouça a Nossa Rádio Venceslau AM

Ouça a Web Rádio Venceslau A M

Ouça a Web Rádio Venceslau A M
Rádio Venceslau Am Para Ouvir Clique no FlowPlayer

PARA OUVIR A Rádio Venceslau Clique no flowplayer

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo
Retransmissão Via/Web 24 Horas no AR - Ouça a Rádio Venceslau agora pelo seu celular- Click em cima desta foto e instale o APP é super fácil e rápido.

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

domingo, 13 de agosto de 2017

Antônio Martins RN










Vídeo:














Pau dos Ferros tem dois casos de calazar humano confirmado
Deu n’O Mossoroense
Principal cidade do Alto Oeste do Rio Grande do Norte, Pau dos Ferros corre o risco de enfrentar uma epidemia de Calazar. Em menos de um mês foram registrados dois casos de infecção da doença em humanos, e extra oficialmente, há pelo menos mais um caso suspeito em investigação.
Os casos foram confirmados pela secretaria de saúde do município, que encaminha uma ação integrada para impedir o alastramento da doença. Segundo a secretaria, o primeiro caso foi confirmado no fim do mês de julho e envolve uma adolescente de 16 anos de idade. O segundo caso foi confirmado no início do mês de agosto.
A secretaria destaca que a partir da suspeita de que animais estavam contaminados foi iniciada uma operação de identificação, e teste, que confirmou casos de Calazar, e de uma outra virose, que tem atingindo principalmente animais de rua.
Segundo a secretaria foi feito um acordo com o Ministério Público para capturar os animais de rua e transferi-los para um canil instalado em Apodi.
O município esta trabalhando na captura, teste rápido, e encaminhamento dos animais para Apodi, e os doentes para tratamento. A partir da notificação do primeiro caso de Calazar humano no município, o Governo do Estado teria a responsabilidade de encaminhar veneno ser aplicado via carro fumacê em caráter de urgência.
A iniciativa visa controlar o grande número de mosquitos que transmitem a doença entre os animais, e dos animais para os humanos.
Foram identificados animais contaminados em praticamente todos os setores da cidade. Além de cães, testes já confirmaram a contaminação em gatos, ampliando o risco de contaminação de humanos.

– Calazar é a segunda doença parasitária que mais mata no mundo
A leishmaniose visceral (VL), também conhecida como Calazar é a forma mais grave da leishmaniose, sendo a segunda doença parasitária que mais mata no mundo (apenas a malária é mais mortal). Assim como a doença de Chagas e a doença do sono, o Calazar é uma das doenças tropicais negligenciadas (DTNs) mais perigosas, que, se não for tratada, chega a ser fatal em mais de 95% dos casos
O calazar é endêmico em 47 países e aproximadamente 200 milhões de pessoas correm o risco de serem infectadas. É altamente endêmica no subcontinente indiano e no leste da África. Estima-se que 200 a 400 mil novos casos de VL ocorram anualmente no mundo. Mais de 90% dos novos casos ocorrem em 6 países: Bangladesh, Brasil, Etiópia, Índia, Sudão do Sul e Sudão.

O que causa o calazar?
A leishmaniose é causada pelo protozoário parasita Leishmania que é transmitido pela picada de mosquitos infectados. O parasita ataca o sistema imunológico e, meses após a infecção inicial, a doença pode evoluir para uma forma visceral mais grave, que é quase sempre fatal se não for tratada.
A doença afeta algumas das pessoas mais pobres do mundo e está associada à desnutrição, deslocamento de população, condições precárias de habitação, um sistema imunológico fraco e falta de recursos financeiros. A Leishmaniose, em geral, também está ligada a mudanças ambientais como o desmatamento, construção de barragens, sistemas de irrigação e urbanização.
Inicialmente, os parasitas da leishmaniose causam feridas no local da picada do mosquito. A doença, quando progride, se manifesta de dois a oito meses após a infecção com e se caracteriza por acessos irregulares de febre, perda de peso, fraqueza, aumento do baço e do fígado, e anemia.
Casos suspeitos devem ser encaminhados imediatamente à secretaria de saúde do município para que as providências possam ser tomadas.




Governo do Estado confirma concurso, e servidores da saúde finalizam greve
Após trinta e seis dias de paralisação, o Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde-RN), em assembleia realizada na última sexta-feira, 4, decidiu terminar o movimento grevista após o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), confirmar que vai realizar as provas do concurso público da área até o próximo mês de novembro. Inicialmente, a promessa era de publicar o edital do certame em março, mas não foi cumprida.
Em minuta assinada pela secretária-chefe do Gabinete Civil do Estado, Tatiane Mendes Cunha, e pelos secretários George Antunes (Saúde) e Cristiano Feitosa (Administração), o Governo do RN confirmou que vai lançar o edital do certame até o dia 15 de setembro deste ano, com as inscrições sendo abertas no próximo mês de outubro e as provas realizadas em novembro. A homologação da disputa e convocação dos aprovados será feita em dezembro.
De acordo com Simone Dutra, vice coordenadora geral do Sindsaúde, o fim da greve foi deliberado a partir de um conjunto de fatores, liderados pela responsabilização do Executivo em realizar o concurso. “Além da promessa do certame, nós também conseguimos destravar os pagamentos das mudanças de níveis de 2015 e 2016, onde o do primeiro ano será feito agora em agosto, e o do segundo em outubro”, contou em entrevista ao Agora Jornal.
Apesar das boas notícias, o governo não deu respostas sobre a normalização do calendário de pagamento e não retirou o Projeto de Lei que está na Assembleia Legislativa, e que prevê o aumento de 3% na contribuição dos servidores ao Ipern. No entanto, a Casa Civil se comprometeu a manter o texto sem tramitar, recolocando em pauta caso a PEC da Previdência seja aprovada no Congresso Nacional.
Uma reunião será realizada com a Secretaria de Administração (Searh) e o Sindsaúde, para debater a retirada do adicional de insalubridade que está sendo feita na saúde. Além disso, o sindicato irá apresentar uma minuta para a elaboração de um projeto de lei de combate ao assédio moral.
Também na assembleia realizada na última sexta-feira, os servidores decidiram manter a campanha em defesa dos hospitais regionais, ameaçados de fechamento ou de mudança de perfil, e contra a reforma da Previdência, que deve ser votada no segundo semestre.
Uma nova assembleia será realizada em aproximadamente 30 dias, para avaliar a implantação dos compromissos. Também foi aprovada a ampliação da comissão que revisa a Lei da Produtividade, com o objetivo de corrigir as distorções atuais e distribuir os valores de forma mais justa entre hospitais e funções.