SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

RÁDIO MAROCA WEB EM ANTÔNIO MARTINS RN

RÁDIO MAROCA WEB  EM ANTÔNIO MARTINS RN
RÁDIO MAROCA - Clique Aqui - Visite o Nosso Site

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

terça-feira, 17 de julho de 2018

Blog Antônio Martins RN

Rio teve mais de 4 mil tiroteios em cinco meses de intervenção
No dia em que a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro completa cinco meses, balanço divulgado pela organização Fogo Cruzado, mostra que o número de tiroteios e disparos na cidade no período foi quase 37% maior do que nos cinco meses anteriores.
De acordo com a organização, que trabalha com informações coletadas por usuários, imprensa e pelas polícias, foram registrados 4.005 tiroteio e disparos entre 16 de fevereiro e hoje, contra 2.924 entre 16 de setembro de 2017 e 15 de fevereiro desse ano. Desse total, 690 episódios (17%) contaram com a participação de agentes de segurança, contra 316 (11% do total), verificados nos cinco meses anteriores.
O número de mortos após a intervenção em toda a cidade diminuiu quase 8%, segundo o aplicativo. Nas áreas com Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), a queda foi de 33%. Mesmo assim, em toda a cidade, 637 pessoas morreram em decorrência de disparos de armas de fogo nos cinco meses de intervenção.
A Praça Seca aparece como a região mais conflagrada no período, com 159 disparos/tiroteios, 10 mortos e 10 feridos. Em 22 episódios, havia a presença das forças de segurança na região. A Vila Kennedy, primeiro bairro a receber uma operação do Comando da Intervenção Federal, aparece em segundo lugar, com 120 disparos de 16 de fevereiro para cá.
Em um ranking dos cinco bairros com mais tiroteios nos dois períodos, a Rocinha caiu da segunda posição para a quinta em número de episódios. A região registrou, porém, o maior número de mortos (18) e de feridos (10) no período. Por lá, as forças de segurança participaram em 19 episódios de troca de tiros, número menor apenas do que na Praça Seca.
A organização também levantou o número de tiroteios que terminaram com mais de três civis mortos desde a edição do decreto de intervenção, no dia 16 de fevereiro. Foram 28 episódios, quase todos nas Zona Norte e Oeste e em municípios da Região Metropolitana.
Já a Rocinha e a Urca, na Zona Sul, registraram o maior número de mortos em um único evento. Em março, oito pessoas foram mortas na Rocinha, durante confronto que envolveu policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar. E, no mês passado, sete corpos foram achados na Urca após uma troca de tiros no local entre policiais militares e bandidos que fugiam dos morros Chapéu-Mangueira e Babilônia, no Leme. *ESTADÃO CONTEÚDO




Homem morre em acidente no novo brinquedo do Beach Park
O homem que morreu após um acidente no brinquedo Vainkará, no Beach Park, Ricardo José Hilário Silva, 43 anos, era radialista da Nova Brasil FM de São Paulo. Conhecido como Ricardo Hill, o profissional atuava como produtor e locutor.
Ricardo estava na atração aquática com mais três pessoas. Quando chegaram à última curva do brinquedo, a boia passou da altura da parede lateral e todos caíram. O locutor teve traumatismo craniano e chegou morto ao ambulatório médico. O Vainkará foi inaugurado no último sábado (14/7), em um evento que contou com vários artistas.
Além da emissora paulista, Ricardo teve passagens pela Metropolitana FM 98.5, Jovem Pan FM 100.9, Transamérica FM 100.1 e na extinta Rádio Cidade FM 96.9. O locutor deixa mulher e uma filha.
O empreendimento divulgou nota a respeito do caso:

Nota de pesar e esclarecimento
O Beach Park Entretenimento confirma que foi registrado um acidente em uma das atrações do parque aquático na tarde desta segunda-feira, 16 de julho. A equipe de segurança aquática realizou o atendimento de forma imediata, mas infelizmente o visitante foi a óbito. O Beach Park lamenta profundamente o ocorrido e está dando todo o apoio, suporte e atenção para a família.
Após o acidente, o parque encerrou as atividades da atração, que só voltará a abrir após a apuração pericial que será realizada pelos órgãos competentes na investigação das causas do acidente. Em respeito a família, o parque não funcionará amanhã, dia 17 de julho.
O Beach Park reforça seu compromisso prioritário com a segurança e a integridade de seus visitantes e por isso realiza treinamentos com a equipe de segurança e de primeiros socorros diariamente.
A Direção Geral













Jovem é preso por desordens em casa e ameaçar mãe com um facão na cidade de José da Penha
O jovem identificado apenas como André, de 18 anos de idade, foi preso na noite deste domingo (15), por volta das 20h, após chegar em casa embriagado e praticando desordens e além de ameaçar sua genitora com um facão.
A vítima/mãe do agressor, de 51 anos de idade, viúva, teve que se refugiar na casa de um vizinho para não ser agredida pelo filho, que  estava descontrolado.
A guarnição da PM composta pelos cabos Mariz e Odevaldo, ao chegar no local do fato constataram os danos e prenderam o acusado próximo de sua residência. Acusado e vítima foram conduzidos para a Delegacia Civil de Pau dos Ferros para as providências cabíveis. *Nosso Paraná.





Casas Lotéricas voltam a receber contas de energia
A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) formalizou um novo acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF). Segundo a Cosern, a renovação do convênio permite às casas lotéricas arrecadar as faturas de energia elétrica a partir deste sábado, 14.
O último contrato se encerrou no dia 31 de maio. Desde o dia 1º de junho, que as lotéricas não recebiam o pagamento da conta de luz.
De acordo com a companhia, o acordo firmado atende à solicitação da sociedade, assegura ganhos para a Caixa Econômica Federal e para os agentes lotéricos, além de mais opções de pagamento das contas de energia para os clientes da Cosern.
Além do retorno das lotéricas como canais de arrecadação, os mais de 1,4 milhões de clientes da Cosern permanecem contando com outros cerca de 300 locais de pagamento, entre a nossa rede própria “Cosern Serviços” e correspondentes bancários.
A Cosern possibilita, ainda, a quitação das faturas de forma prática, sem necessidade de deslocamento, por meio de débito automático. Em respeito aos clientes, a Cosern reafirma o compromisso com a qualidade dos serviços. *De Fato





Mulheres no Senado enfrentam dificuldade para disputar reeleição. Entre as que devem desistir estão Gleisi Hoffmann e Vanessa Grazziotin
Resultado de imagem para senadoras do brasil
Assim como ela, outras quatro senadoras em fim de mandato podem ficar de fora da disputa pelo Senado nas eleições deste ano. Os motivos variam da pouca viabilidade eleitoral à falta de espaço na chapa majoritária dos grupos políticos que a elegeram.
Ao todo, 13 dos 81 senadores da atual legislatura são mulheres, sendo que 8 encerrarão o mandato no início do próximo ano. Destas, só três têm palanque garantido para reeleição: Ana Amélia (PP-RS), Ângela Portela (PDT-RR) e Marta Suplicy (MDB-SP).
Duas senadoras já desistiram da reeleição e outras três ainda brigam por espaço para entrar na disputa. Entre as desistências confirmadas estão as de Lídice e Gleisi Hoffmann (PT), do Paraná.?
Lídice não disputará a reeleição após ter sido preterida pelo governador Rui Costa (PT), que atuou de forma mais pragmática na escolha dos companheiros de chapa, prestigiando partidos com maior número de prefeitos e peso político na Bahia.


“É lamentável que nem mesmo os segmentos progressistas tenham entendido o valor que é a presença das mulheres no Parlamento. Pessoalmente, acho que a minha retirada da chapa é injustificável”, diz a senadora.
Rui Costa vai para a reeleição tendo o ex-governador Jaques Wagner(PT) e o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel (PSD), como candidatos ao Senado. Já Lídice será candidata a deputada federal.
Gleisi também deixará o Senado para ser candidata a deputada federal. Neste caso, pesaram a avaliação de que haveria dificuldades para a reeleição e a estratégia do partido de eleger deputados para manter o tamanho da bancada a partir de 2019.
Já Lúcia Vânia (PSB-GO), Regina Souza (PT-PI) e Vanessa Grazziotin (PC do B-AM) ainda brigam por espaço em chapas majoritárias.
Senadora pelo Piauí, Regina Souza (PT) é outra que ainda não tem lugar garantido. Ela era suplente e assumiu em 2015, quando o titular do mandato, Wellington Dias (PT), tomou posse como governador do estado.
“Essa história de chapa só com homens ficou no passado e a população está atenta a isso. Já temos uma bancada feminina pequena no Senado, seria muito ruim se ela ficasse ainda menor”, afirma Souza.
A reeleição dela, contudo, esbarra em um acordo firmado pelo governador com aliados no qual cada partido da base só teria um candidato na chapa majoritária. E o nome do PT seria o do governador, candidato à reeleição.
senador Ciro Nogueira (PP) já foi confirmado em uma das vagas da chapa. A outra é disputada por ela, pelo deputado Júlio César (PSD) e pelo cantor de forró e ex-deputado Frank Aguiar (PRB).
Outra senadora que ainda negocia alianças é Grazziotin, eleita em 2010 com o apoio do PT e do MDB do senador Eduardo Braga.
Este ano, ela ensaia uma parceria com candidato a governador David Almeida (PSB). Mas ainda não há consenso sobre a participação da senadora na chapa.
“Estamos conversando sobre a chapa e fazendo os cálculos para definir se vamos ter só um ou dois candidatos ao Senado”, diz Grazziotin, afirmando que sua reeleição é uma das prioridades do PC do B no pleito deste ano.
Lúcia Vânia também não tem lugar garantido e cogita ficar fora do pleito deste ano caso não tenha lugar para disputar a reeleição.
Ela faz parte do grupo político que apoia a reeleição do governador José Eliton (PSDB), que assumiu o cargo em abril com a renúncia de Marconi Perillo (PSDB). Uma das vagas para o Senado foi destinada ao próprio Perillo. A outra está sendo disputada por Lúcia Vânia e pelo ex-senador Demóstenes Torres (PTB).
Torres teve o mandato cassado em 2012 por quebra de decoro parlamentar e estava inelegível. Contudo, foi autorizado pelo STF a disputar as eleições deste ano.
Enquanto parte das atuais senadoras ficará de fora da disputa, são poucas mulheres entre as pré-candidatas ao Senado que tentarão chegar ao cargo pela primeira vez e iniciam a campanha em condição de competitividade.
Uma delas é a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que mudou o domicílio eleitoral e será candidata ao Senado por Minas Gerais. Em São Paulo, a novidade é a deputada Mara Gabrilli (PSDB).
No Nordeste, as deputadas Eliziane Gama (PPS-MA) e Zenaide Maia (PHS-RN) são tidos como nomes fortes para chegar ao Senado.
Além disso, dois nomes de partidos pequenos podem surpreender: a jornalista Ursula Vidal (PSOL) no Pará e a ex-juíza Selma Arruda (PSL), que será candidata no Mato Grosso.
SENADORAS PERDEM ESPAÇO NO CENÁRIO ELEITORAL
LÍDICE DA MATA (PSB-BA)
Foi a primeira senadora da história da Bahia, eleita em 2011. Já foi deputada federal e estadual, em dois mandatos cada, e prefeita de Salvador. Integrou a CPMI de combate à violência contra a mulher
GLEISI HOFFMANN (PT-PR)
A senadora está há um ano no comando do PT, na fase mais difícil da sigla. Em junho, foi absolvida pelo STF em processo na Lava Jato, mas ainda é alvo de outros três no Supremo
VANESSA GRAZZIOTIN (PC DO B-AM)
É líder do partido. Foi vereadora de Manaus e deputada federal pelo Amazonas. Citada na lista de Fachin, disse que todas as doações foram aprovadas
LÚCIA VÂNIA (PSB-GO)
É senadora reeleita. Foi autora de projeto questionado que altera a Lei de Responsabilidade de Fiscal. Deixou o PSDB em 2015, com críticas veladas ao então presidente da sigla, Aécio Neves





Folha de SP destaca Zenaide Maia com uma das candidatas forte para conquistar uma vaga no senado a partir de 2019
Resultado de imagem para Zenaide Maia
A deputada Federal potiguar Zenaide Maia é destaque em reportagem da Folha de São Paulo desta segunda como uma das parlamentares que devem conquistar uma vaga na próxima legislatura do Senado Federal.
A reportagem aborda os espaços das mulheres no senado que deverá diminuir com a dificuldade política de várias senadoras atuais, entre elas as senadoras Gleisi Hoffmann e Vanessa Grazziotin que estão com grande dificuldade eleitoral em seus estados.
A deputada Zenaide Maia também tem se destacado em todas as pesquisas publicadas este ano no estado de diferentes institutos, ficando sempre entre os dois nomes mais lembrados.
Nas pesquisas SETA publicada pelo BlogdoBG neste final de semana do instituto SETA, Zenaide liderou em todas.





Homem foge após agredir mulher e filho em Alexandria
O caso ocorreu na manhã deste sábado(14) no Bairro Santo Amaro em Alexandria-RN.
Segundo informações por volta das 11h30, os militares foram solicitados através do telefone móvel da viatura policial, onde uma mulher de 31 anos informava que teria sido espancada pelo próprio marido e quando seu filho de 11 anos tentou impedir também foi agredido. O agressor fugiu do local após perceber que a vítima teria acionado a Polícia Militar (PM). Tomando rumo ignorado.
Os policiais de serviço fizeram buscas e não obtiveram êxito em localizar o agressor. As vítimas foram encaminhadas para o hospital local, onde submeteram-se a um exame de corpo de delito, constatando lesão de natureza leve em ambos, em seguida foi orientada a comparecer a Delegacia de Polícia Civil para que os procedimentos cabíveis com relação ao fato.




Presos ligados a facções criminosas no AM são transferidos para presídio federal em Mossoró
Resultado de imagem para presídio de mossoro
Oito presos ligados a três facções criminosas rivais que atuam no Amazonas foram transferidos de Manaus para um presídio federal em Mossoró, no Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (13).
Entre os presos transferidos estão filho e primo do narcotraficante José Roberto Fernandes, conhecido como “Zé Roberto da Compensa”, que exercia a liderança da organização criminosa responsável pelo massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) ocorrido em 2017. Ele está preso no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná.
Márcio Ramalho Diogo, o “Garrote” ou “Mano G”, também está entre o grupo transferido. Ele seria um dos responsáveis diretos pelos homicídios ocorridos durante a rebelião e seria responsável por difundir dentro do Compaj as ordens emanadas pela liderança da facção.
Preso em Pernambuco no dia 16 de junho deste ano, Clemilson dos Santos Farias, conhecido como “Tio Patinhas”, também foi levado para presídio federal. Ele é apontado como líder de um facção e coordenava crimes no Amazonas da cidade de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife, onde morava.
Foram transferidos:

Luciano Fernandes, filho de Zé Roberto
Márcio Ramalho Diogo, conhecido como “Garrote”
José de Arimateia Façanha do Nascimento, primo de Zé Roberto
Francinaldo dos Santos Silva, conhecido como “Cinta Larga”
Clemilson dos Santos Farias, conhecido como “Tio Patinhas”
Janderson Rolim Matos, conhecido como “Passarinho”
Romulo Brasil da Costa
Fabrício Duarte Araújo
De acordo com a Vara de Execuções Penais (VEP), os processos envolvendo os presos transferidos tramitam em segredo de Justiça.
Sobre o motivo da transferência, o titular da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), tenente-coronel Cleitman Coelho, informou apenas que o procedimento já estava previsto pelo Estado.
Os detentos foram transferidos em um avião da Força Aérea Brasileira por volta das 12h desta sexta-feira (13). Ao todo, 16 agentes – sendo dois para cada preso – acompanharam o grupo no traslado. *G1 RN






RN acumula maior percentual de queda no volume de serviços no País em 2018
Ao longo de 2018, o Rio Grande do Norte tem a maior queda no setor de Serviços entre os estados brasileiros. De acordo com cálculos da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor registrou percentual negativo de 10% no estado.
Segundo a CNC, logo em seguida aparecem com as maiores quedas no volume de prestação de serviços o Ceará (-9,4%) e Pará (-8,3%), enquanto apenas Roraima (+4,7%), Espírito Santo (+0,8%) e São Paulo (+0,5%) registram avanço.
Em todo o País, o setor de serviços registrou perda de R$ 2,2 bilhões em maio de 2018, em razão dos reflexos da paralisação dos caminhoneiros. O valor corresponde à queda de 3,8% no volume de receitas dos serviços em maio, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada nesta sexta-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
“Dentre as atividades que compõem o setor produtivo, as de serviços seguem como aquelas a apresentar maior dificuldade em se recuperar da recessão. Além do fraco nível geral de atividade econômica interna, a carência de investimentos, decorrentes das incertezas relacionadas ao quadro político de 2018, ainda se coloca como um obstáculo à recuperação das atividades contempladas na PMS, uma vez que a maior parte das receitas geradas tem origem na prestação de serviços entre as empresas”, explica.
E complementa: “Assim, mesmo considerando a relativamente curta duração das paralisações de maio, a menor previsibilidade decorrente das indefinições do quadro político deverá continuar promovendo volatilidade cambial e inibindo os investimentos. Diante desse cenário, a CNC revisou sua expectativa de variação do volume de receitas do setor para este ano de -0,9% para -1,3%”. *De Fato