SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN
CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau


Campanha de Vacinação contra Influenza é prorrogada até 09 de junho
Mesmo com os esforços pelos três níveis de Gestão para o alcance das coberturas adequadas na Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, até o momento, o país atingiu a média de 64% de cobertura, no Nordeste apenas 63% e o Rio Grande do Norte 65,6%.
Diante dessa baixa cobertura faltando apenas 1 dia para encerrar a 19ª Campanha Nacional contra a Influenza, o Ministério da Saúde decidiu prorrogar a Campanha até o dia 09 de junho. Nesse período continua sendo recomendada a vacinação aos indivíduos com 60 anos ou mais, as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os povos indígenas, os grupos com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e professores das escolas públicas e privadas que estejam atuando em sala de aula.
“Contamos com a adesão da população, e o empenho que já vem sido oferecido pelas equipes de vacinação, para conseguirmos vacinar os 90% de nossos grupos prioritários. Reforçamos que esta vacinação contribui para a redução das complicações, internações e consequentemente da mortalidade decorrente das infecções pelo vírus da gripe nos grupos alvos definidos”, destaca Katiucia Roseli coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde Pública.








Perícias calculam prejuízo de mais de R$ 1,1 milhão em danos no Ministério da Agricultura
As perícias da Defesa Civil, Polícia Federal e Corpo de Bombeiros calcularam um prejuízo de R$ 1,105 milhão nas áreas atingidas no térreo do edifício sede do Ministério da Agricultura, devido às manifestações desta quarta-feira, 24. Durante o ato, manifestantes incendiaram banheiros químicos e o fogo invadiu a recepção da entrada privativa e a sala de reunião do térreo. As chamas alcançaram até o terceiro andar do Ministério.
Hoje pela manhã, a área estava intransitável. Os servidores que trabalham nessas áreas foram orientados a não permanecerem no local. O restante do prédio funciona normalmente.






Resultado de imagem para promoçao gifs


As Promoções do Mercadinho São José estão IMPERDÍVEIS.
#VENHAAAAAAAAAAAAA
Venha correndo, pegue o seu carrinho de compras e aproveite as grandes ofertas com muito mais economia.
É um Show de Preços Baixos no Mercadinho São José em Antônio Martins RN.

* Tudo mais Barato
* Entrega em domicílio
* Variedades
* Novidades
* Promoção a cada 15 dias
* Qualidade
* Melhor Atendimento e muito mais.

Mercadinho São José na Avenida Venceslau José de Souza , Bairro Alto da Ema, Antônio Martins RN.
Organização: Dito & Euraxsandra Florêncio de Mesquita













BNB financia energia solar para agricultores familiares
Novo produto do Banco do Nordeste, lançadoontem, o Agroamigo Sol permite que agricultores familiares adquiram equipamentos para converter a energia solar em energia elétrica. As operações de crédito podem ter limites de até R$ 15 mil, com juros a partir de 0,5% ao ano.
Entre os equipamentos que poderão ser adquiridos, estão máquinas voltadas para irrigação, eletrificação de instalações rurais, dessalinizadores e eletrificação de cercas em condições de pastejo rotativo.
Dono de uma pequena propriedade em Itapipoca (CE), Nonato Brandão é um dos produtores que já assinaram contrato de financiamento com o BNB. Com cerca de R$ 4 mil, ele adquirirá equipamento capaz de bombear 18 mil litros d’água para irrigar suas plantações de cheiro verde, alface, pimentão, tomate e cenoura. “As coisas vão melhorar bastante”, afirma, em tom otimista.
Segundo o presidente do BNB, Marcos Holanda, o Agroamigo Sol é alternativa inovadora para atender o cliente e melhorar as condições de vida do homem do campo, que alia a eficiência e a preservação do meio ambiente.
“Estamos beneficiando um público que dificilmente seria melhor atendido por outras instituições e que terá condições para gerar a sua própria energia. Essa independência energética vai representar um salto na qualidade de vida dos produtores”, disse o presidente. Ele também adiantou que, dentro de um ano, o BNB premiará as iniciativas que melhor aplicarem a tecnologia em suas propriedades.
Para o superintendente de Microfinança e Agricultura Familiar, Alex Araújo, a iniciativa desenvolve a Região e insere parcela importante de pessoas no ciclo produtivo.
Condições de acesso ao crédito
As parcelas podem ser pagas em até dez anos, com carência de três anos, no máximo, a depender programa de crédito escolhido e dos itens a serem financiados.
Para ser considerado agricultor familiar, o cliente deve apresentar Declaração de Aptidão (DAP) emitida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).





Leilão da Receita oferece iPhone 7 por metade do preço; saiba como participar
A Receita Federal vai realizar um leilão em 6 de junho do qual participam 27 lotes de iPhones, com duas unidades por lote. Os aparelhos em questão foram apreendidos em setembro do ano passado.
Os lances podem ser dados via internet, com valor mínimo de R$ 3 mil por lote (os aparelhos são de 128 GB nesse caso). O smartphone da Apple custa a partir de R$ 3.499 reais em seu site oficial. Ou seja, cada iPhone 7 pode sair por menos da metade do preço.
Os aparelhos que fazem parte desse leilão foram apreendidos pela alfândega do Aeroporto Internacional de Guararapes, no Recife. Ao todo, são 58 lotes com eletrônicos, joias e roupas.
Vale notar que quem comprar os produtos terá que pagar ICMS e taxa de armazenagem de 7,47% sobre o valor da compra.
Os interessados podem dar lances no leilão até dia 5 de junho, sempre das 8h às 18h. O edital do leilão restringe os itens para uso pessoal, ou seja, não é permitido revender os artigos comprados. Podem participar tanto pessoas físicas quanto jurídicas.
Para participar do leilão é preciso ter um certificado digital, bem como estar em dia com tributos federais. No site da Receita, é possível obter gratuitamente a Certidão Negativa de Débitos Relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União.
Feito isso, basta acessar o Portal SLE (Sistema de Leilões Eletrônicos), da Receita, para ter acesso aos leilões (depois de entrar, clique no link Celular/Acessório, na coluna esquerda da tela).
Exame




EM PAU DOS FERROS RNTudo que você procura em um único lugar. Você Sonha, a Gente Realiza








STF admite que pode rever termos da delação da JBS
STF
Ministros do Supremo Tribunal Federal admitem a possibilidade de revisar os benefícios concedidos aos empresários do grupo J&F – holding que inclui a JBS – no acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República. A previsão não é de consenso entre os integrantes Corte, mas tem sido defendida por alguns magistrados e até mesmo pelo relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin.
Alvo de polêmica, o acordo firmado pelo Ministério Público Federal prevê imunidade penal aos irmãos Joesley e Wesley Batista e demais delatores do grupo empresarial. Eles foram também autorizados a viver fora do País.
Embora não comente o caso publicamente, ao homologar as delações dos acionistas e executivos do grupo J&F, Fachin citou expressamente decisão do plenário da Corte segundo a qual a homologação “limita-se a aferir a regularidade, a voluntariedade e a legalidade do acordo, não havendo qualquer juízo de valor a respeito das declarações do colaborador”. *Estadão




.







Abastecimento de Macau com águas do oceano pode acontecer a partir de fevereiro
Técnicos da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) trabalham no desenvolvimento de um projeto para implementar em cidades do interior do estado usinas de dessalinização de águas para auxiliar no abastecimento urbano.
Segundo o engenheiro mecânico e coordenador do projeto na Semarh, Franklin de Azevedo, na fase inicial que está sendo estudada atualmente, as águas resultantes do processo de dessalinização devem abastecer até 30% de Macau, município do Polo Costa Branca escolhido para abrigar o projeto piloto.
Franklin explica que a grande vantagem da dessalinização é que a porção da cidade abastecida com essas águas terá, a partir do início das atividades, segurança hídrica por tempo indeterminado. “São águas provenientes do mar, que é uma fonte inesgotável. Isso significa que, se todas as outras fontes de abastecimento falharem, a dessalinização ficará contínua. Então, é garantia de segurança hídrica para a população abastecida”, comenta o técnico.
Atualmente, o município de Macau é abastecido com águas do rio Piranhas-Açu, do qual a captação acontece em Pendências. Com a seca que já dura cinco anos, entretanto, a retirada de água tem sido cada vez mais difícil, o que motivou os técnicos a estudarem alternativas. Foi aí que surgiu a ideia de instalar a usina de dessalinização.
O coordenador do projeto, Franklin de Azevedo, pontua que o preço do abastecimento com águas dessalinizadas é superior ao do abastecimento por métodos tradicionais. Enquanto o procedimento comum acarreta em custos de, aproximadamente, R$ 3 por metro cúbico de água; na dessalinização, o preço pode chegar a R$ 5 pela mesma quantidade do produto.
Pelo projeto da Semarh, porém, além da garantia de segurança hídrica – imprescindível em períodos de seca, outra variável torna a captação mais viável: o investimento privado. Isso porque, segundo Franklin, a distribuição da água se dará por meio do sistema de licitação de demanda.
O técnico esclarece que, nesta modalidade, a responsabilidade pela implantação da usina ficará a cargo da empresa que oferece o menor custo por metro cúbico de água. Dessa forma, a Caern (ou o próprio município onde a usina estiver instalada) compra a água e repassa para o consumidor. “Iremos estabelecer critérios técnicos que a empresa vencedora deverá atender. Mas ganhará aquela que fornecer a água pelo menor valor”, frisa.
Franklin ressalta ainda que as tecnologias em torno do processo de dessalinização têm avançado nos últimos anos e que a água que sai do processo é “extremamente boa”. “É uma água que sai pronta para o consumo humano. E devido ao avanço da tecnologia, os custos estão diminuindo. Antes, o maior gasto era com energia, mas isso está sendo reduzido com melhor aproveitamento. O valor por metro cúbico tem caído”, aponta.
A Semarh espera que o processo que envolve licitação e instalação da usina de dessalinização seja o mais breve possível e que a população possa consumir as águas do novo sistema já a partir de fevereiro de 2018. “Estamos na fase de estudo conceitual. O Governo do Estado se interessa pela modalidade. E será importante pois o Estado só terá gastos com projetos e estudos de viabilidade, pois todo o restante do investimento será privado”, pontua.
Com relação a possíveis concorrentes no processo, Franklin afirma que há empresas potiguares capacitadas para instalar a usina e operar o sistema. No entanto, boa parte da tecnologia utilizada no processo ainda é importada. “Inclusive, já no projeto, estamos contando com a participação de uma empresa espanhola que tem braço de atividades no Rio Grande do Norte, com o fornecimento de planilhas de custos. Em partes, é uma empresa potiguar”, registra.
INCREMENTO NA CONTA E EXPANSÃO
A instalação da usina de dessalinização ainda está em fase de estudos, mas a Semarh calcula que não haverá grandes impactos no valor pago pelo consumidor na conta de água. De acordo com o técnico Franklin de Azevedo, a estimativa é que haja um incremento de cerca de 10% inicialmente. Aumento que representará, reforça o coordenador do projeto, na garantia de abastecimento por tempo indeterminado, independentemente da estiagem.
Sobre a possibilidade de alcançar outras regiões do estado, o técnico salienta que o projeto em Macau será a primeira experiência. Só depois disso é que será estudada a possibilidade de expansão. “Estamos iniciando o processo. Vamos observar as experiências. Mas um outro município que pode receber é Galinhos”, coloca.
Um fator que pesa na decisão é o local de despejo dos resíduos da dessalinização. O técnico explica que duas águas saem do processo. Uma que passa por um pré-tratamento, com retirada de metais e materiais orgânicos, e outra com a retirada dos sais – esta recomendada para o consumo humano.
A primeira água, por sua vez, pode ser encaminhada para empresas salineiras, que já teriam boa parte do processo de extração do sal antecipada – daí a escolha por Macau para o projeto piloto; o município é polo salineiro no estado. E a outra opção, por fim, é despejar em áreas utilizadas para carcinicultura.



CLIQUE AQUI NA FOTO PARA VER VÍDEOJ J PORTÕES EM ANTÔNIO MARTINS RN







MP Eleitoral defende cassação de prefeita e vice de Água Nova
Resultado de imagem para rafaela e eliasO Ministério Público Eleitoral emitiu parecer favorável à cassação da prefeita e do vice-prefeito de Água Nova, Iomaria Rafaela Lima de Souza Carvalho e Elias Raimundo de Souza, por compra de votos e abuso de poder econômico e político.
Os dois foram reeleitos em 2016 e são alvo de duas ações de investigação judicial eleitoral (AIJEs), uma impetrada pelo MP Eleitoral e outra pela coligação adversária. De acordo com o parecer do procurador regional Eleitoral, Kleber Martins, a compra de votos (captação ilícita de sufrágio, artigo 41-A da Lei 9.504/97) se concretizou através da entrega e promessa de materiais de construção, empregos, dinheiro em espécie, carrinho de bebê, óculos, terrenos e emplacamentos de veículos.
Em uma busca e apreensão, autorizada pela Justiça e promovida na véspera da votação, a Polícia Federal encontrou faturas de energia elétrica de eleitores na casa da candidata a prefeita, além de cadernos com nomes dos eleitores acompanhadas dos respectivos pedidos. As investigações apontaram ainda a distribuição de camisetas padronizadas a diversos cidadãos, para participação nas mobilizações políticas dos investigados.





Entenda a importância das pesquisas de opinião
Ferramenta primordial para avaliação e mensuração de resultados políticos e econômicos, as pesquisas de opinião têm ganhado cada vez mais importância para os dias atuais. O diretor do Instituto Índice, Casciano Vidal, que atua há 31 anos no mercado de pesquisas destacou o papel de colher e organizar as informações e opiniões para reduzirem os riscos.
“Facilita o conhecimento e a correta avaliação de informações, desejos, anseios e preferências necessários à formação da imagem pública de pessoas, empresas, instituições públicas, produtos e serviços. Há vários tipos de pesquisas qualitativas, quantitativas, de grau de satisfação, entre outras que dão informações seguras aos empresários e políticos”, destacou Casciano.
Nos últimos anos, com o mercado cada vez mais competitivo, as pesquisas se tornaram instrumentos diferenciais para planejar investimentos e medir a satisfação de clientes. “Sempre um ambiente competitivo vai exigir o máximo de informações para superar os concorrentes, ainda mais em uma época como a atual das mídias sociais, em que a opinião das pessoas muda de forma mais rápida, do que em anos atrás quando só havia os meios tradicionais”, acrescentou o diretor.
Sobre o mercado atual de pesquisas e projeção para os próximos meses, Casciano explica que as mais procuradas são para medir grau de satisfação e avaliação, mas com a proximidade das eleições entrarão em cena as pesquisas de intenção de voto.
“No segundo semestre já começam as pesquisas de avaliação de governo, mas ainda temos que aguardar passar a crise nacional atual. Em um segundo momento haverá as de intenção de voto para as próximas eleições”, concluiu.







ANS autoriza reajuste de 13,5% nos planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) fixou em até 13,55% o índice de reajuste a ser aplicado aos planos de saúde médico-hospitalares individuais/familiares no período compreendido entre maio de 2017 e abril de 2018. O percentual é válido para os planos de saúde contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à Lei nº 9.656/98 e atinge cerca de 8,2 milhões de beneficiários, o que o que representa 17,2% do total de 47,5 milhões de consumidores de planos de assistência médica no Brasil, de acordo com dados referentes a abril de 2017.
Os beneficiários de planos individuais devem ficar atentos aos seus boletos de pagamento e observar:
  • Se o percentual de reajuste aplicado é igual ou inferior ao definido pela ANS;
  • Se a cobrança com o índice de reajuste está sendo feita a partir do mês de aniversário do contrato, que é o mês em que o contrato foi firmado.
É importante destacar que somente as operadoras autorizadas pela ANS podem aplicar reajustes, conforme determina a Resolução Normativa nº 171/2008.





Lançamento da FIAT desperta desejo em apaixonado por carros
Após um longo período de espera, finalmente os primeiros detalhes do novo carro da Fiat, o Argo, começam a ser divulgados. O modelo vai chegar deve às lojas nos próximos dias com a missão de substituir de pronto as versões 1.6 do Palio e o Punto.
Segundo a própria montadora, o novo veículo é um carro pensado do zero, em cada um dos seus detalhes. O mais completo hatch premium do mercado que consolida o novo momento da marca no Brasil.
Segundo revistas especializadas da área, já existe procura pelo modelo diante dos detalhes que foram revelados até o momento, o que tem despertado interesse de potenciais clientes.
Em Pau dos Ferros, na concessionária autorizada da marca, a Dical, já há pessoas que buscam informações sobre o lançamento do carro que promete apresentar um novo conceito em tecnologia, design e conforto.









Dinheiro da JBS ajudou a eleger 16 dos 27 governadores em todo Brasil
Um dos documentos da delação dos executivos da JBS mostra que o grupo empresarial contribuiu para a eleição de 16 dos 27 governadores empossados em 2015. Em termos proporcionais, foram 60% dos vitoriosos nas eleições de 2014.
A lista dos governantes que o JBS considera seus aliados aparece em uma nota manuscrita entregue pelo executivo Ricardo Saud. No mesmo pacote de documentos há uma relação de candidatos financiados em 2014, com os respectivos valores recebidos.
O cruzamento das duas listas mostra que, dos governadores eleitos, o PSDB lidera o ranking de valores recebidos, com R$ 15 milhões. A seguir vêm PT (R$ 13,3 milhões), PSD (R$ 11,3 milhões) e PMDB (6,6 milhões). A eleição dos 16 governadores custou R$ 47,3 milhões à JBS.






Venha Ver sai da lista das cidades em colapso de abastecimento
Mais uma cidade potiguar saiu da situação de colapso no abastecimento de água. Desta vez, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) retomou o abastecimento do município de Venha Ver, no Alto Oeste Potiguar. A água começou a chegar nas casas no início da semana.
O açude público de Venha Ver atingiu cerca de 25% de sua capacidade, garantindo água à população por até 6 meses por meio do sistema de rodízio: a água vai chegar apenas durante o dia. A cidade será dividida em dois setores – Setor 1 e Setor 2, alternando a distribuição de água durante os dias.
Apesar do município ter saído da situação de colapso, a Caern orienta aos moradores que evitem o desperdício da água para que o abastecimento seja assegurado por mais tempo. Atualmente, o Estado conta com 16 cidades em colapso de abastecimento. Na situação de rodízio, encontram-se 78.





Efeito crise faz idade média de frota de carros ser a mais alta em 10 anos
Com vendas de modelos novos em baixa há quatro anos, em razão da crise econômica, os automóveis que rodam pelo País estão mais velhos. A dificuldade dos consumidores em comprar o primeiro carro zero quilômetro ou em substituir o modelo atual por um novo elevou para 9 anos e 4 meses a idade média da frota em circulação, a mais alta em dez anos.
Em 2006, a idade média dos automóveis brasileiros era de 9 anos e 2 meses. A partir daí, veio se renovando quase que consecutivamente até 2013, quando as vendas passaram a cair, após nove anos seguidos de alta. Em quatro anos, a frota envelheceu dez meses. Somados aos comerciais leves, caminhões e ônibus, a idade média é um pouquinho mais nova, de 9 anos e 3 meses.
Veículos com até cinco anos de uso, chamados de seminovos, eram 43% da frota em 2012, antes da crise. Hoje são 34%, segundo estudo da frota brasileira recém-concluído pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças).
Veículos com seis a 15 anos de uso são 49% da frota e de 16 a 20, 13%. Já aqueles com mais de 20 anos representam 4% do total.
“Há uma tendência de envelhecimento da frota em razão da menor entrada de carros novos no mercado”, confirma o conselheiro do Sindipeças, Elias Mufarej. Nos últimos quatro anos, as vendas de veículos novos caíram 46%, de 3,8 milhões de unidades em 2012 para 2,05 milhões no ano passado.
Segundo Mufarej, esse quadro de envelhecimento da frota vai exigir um trabalho de orientação aos proprietários da necessidade de fazer a manutenção dos veículos para que “rodem em condições seguras.”
Para Mufarej, o segmento de caminhões é ainda mais preocupante pois, em dois anos, a idade média da frota passou de 9 anos e 5 meses para 10 anos e 3 meses. “Se essa é a média, significa que há caminhões com mais de 25 anos rodando”, diz ele, que defende urgência para um programa de renovação dessa frota.
Tamanho
O estudo estima em 42,8 milhões o tamanho da frota total circulante de veículos em 2016, apenas 0,7% maior que a do ano anterior. É o menor crescimento em mais de dez anos. Só em automóveis, a frota é de 35,6 milhões de unidades, 1% a mais que em 2015.
No setor de motocicletas, a frota diminuiu 1,2%, para 13,4 milhões de unidades, fato inédito. “É um segmento que atende mais as classes B e C, que dependem do crédito direto, que ficou mais escasso”, diz Mufarej. “O desemprego também contribuiu para a queda das vendas.”
O número de habitantes por veículo manteve-se em 4,8, mesma proporção do ano anterior, interrompendo assim uma sequência de melhora no índice de motorização no Brasil, que era de 7,7 habitantes para cada veículo há dez anos.
Na vizinha Argentina, esse índice é de três pessoas para cada carro, enquanto nos Estados Unidos é de praticamente um por um.
Mortalidade
Para calcular a quantidade de veículos em circulação no País, o estudo da frota, realizado anualmente pelo Sindipeças, considera uma taxa de mortalidade de 1,5% ao ano para os automóveis e de 1% para caminhões e ônibus, em razão dos veículos que são retirados de circulação por motivos variados, como acidentes com perda total e desmanche.
Em razão disso, os números são diferentes daqueles apresentados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que não aplica essa taxa e, portanto, apresenta dados bem superiores.
O objetivo do levantamento é dar subsídio às fabricantes de autopeças para a programação do tipo de peça que terá de produzir ao longo do ano.



JP Borrachas e Parafusos



VEJA MUITO MAIS 

NAS POSTAGENS MAIS ANTIGAS