SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN
CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU
Ouça a Nossa Rádio Venceslau AM

Ouça a Web Rádio Venceslau A M

Ouça a Web Rádio Venceslau A M
Rádio Venceslau Am Para Ouvir Clique no FlowPlayer

PARA OUVIR A Rádio Venceslau Clique no flowplayer

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo
Retransmissão Via/Web 24 Horas no AR - Ouça a Rádio Venceslau agora pelo seu celular- Click em cima desta foto e instale o APP é super fácil e rápido.

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

ANTÔNIO MARTINS - RN SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU - O SEU BLOG DE NOTÍCIAS

Uma mulher da zona sul do Rio de Janeiro fez uma tremenda bobagem ao tentar enganar o seu noivo tentando parecer virgem, a mulher disse para o seu noivo que nunca havia tido relações sexuais e o dia do casamento chegou…

O desespero bateu, o casamento aconteceu e a noite de núpcias chegou… sem alternativa, após um ano de mentira, a jovem resolveu passar uma super - cola em sua vagina.
 A brilhante ideia de passar Super Bonder nas partes íntimas era para mostrar ao seu noivo que seu corpo era intocado, e ela permanecia virgem.
 Seu noivo, em depoimento posterior ao acontecido, informou que achou estranho, pois a menina estava muito apertada, ele não conseguia penetração. O pesadelo da mulher de 22 anos estava só começando.

O casal desistiu de tentar ter relações sexuais no primeiro dia de casados, a mulher estava alegando muitas dores. No dia seguinte, tudo ficou pior, a jovem sentiu vontade de ir ao banheiro urinar e não conseguiu.

Novamente ela entrou em desespero e resolveu contar tudo para o seu noivo. O casal correu às pressas para o hospital localizada na zona sul do Rio de Janeiro.

Os médicos de plantão atenderam a moça e conseguiram descolar a sua vagina.



Fonte: Blog Francisco José 



A VOLTA DO 14ZÃO


O MAIOR SHOW DO ANO!

Dia 14 de junho a cidade de Antônio Martins recebe pela primeira vez a grande atração que é sucesso nacional: LÉO MAGALHÃES. na volta do tradicional 14zão. 1 primeiro lote de mil senhas Ja está disponível para venda. Adquira a sua por 30 reais nos pontos cadastrados. Em Antônio Martins com Jandilson do gás , Temir paiva no quiosque central e D&G Modas. 





JÁ A VENDA - 1 LOTE MIL SENHAS

ADQUIRE JÁ A SUA NOS PONTOS CADASTRADOS:

Em Antônio Martins -RN


Com: Jandilson do Gás

Temir Paiva - Quiosque Central

LOJA D & G MODAS

PREÇO: 30 REAIS

Classificação 18 anos






WhatsApp: é possível descobrir se você foi bloqueado?

O aplicativo mensageiro instantâneo mais usado da internet, além de prático pode se tornar um veículo de controvérsia entre os internautas. Nem todo o usuário é bem-vindo entre a lista de contatos, afinal todo mundo tem o direito de escolher com quem manterá contato. E para evitar o recebimento de mensagens incômodas, o aplicativo oferece a possibilidade de bloqueio aos usuários indesejados. 

O que acontece quando um contato é
 bloqueado no WhatsApp
- As mensagens enviadas pelo usuário bloqueado jamais serão entregues ao destinatário.
- Ele não conseguirá realizar chamadas pelo aplicativo a quem o bloqueou.
- Não conseguirá visualizar a atualização de status, visto pela última vez e alteração da foto de perfil. 

Mas esses indicadores não garantem que necessariamente alguém tenha sido bloqueado, porque se o contato não estiver conectado à internet, as mensagens também não serão entregues ao destinatário e as suas atualizações também não estarão disponíveis. 

Como posso saber se alguém me bloqueou no WhatsApp?
O WhatsApp não exibe mensagem alguma ao contato que suspeita ter sido bloqueado, mas existe um artifício que pode ser usado pelo o leitor e que serve como teste. Confira.
- Abra o WhatsApp e crie um novo grupo.
- Localize o contato que você tem dúvidas sobre o bloqueio e tente adicioná-lo ao grupo recém-criado.
- Se você não estiver bloqueado, o contato será adicionado com sucesso. 
- Se falhar a tentativa de adicionar o contato ao grupo, será exibida uma mensagem - “não está autorizado a adicionar este contato”. Isso significa que o seu contato está bloqueado.
A explicação sobre a validade desse teste é porque somente usuários que não tiverem sido bloqueados pelo o seu contato, poderão adicioná-lo ao grupo.





OFERECIMENTO:













FESTA QUE É FESTA TEM QUE TER

 SHEILY BUFFET.

Bolo pica-pau !!!



Doces e bolos de Sheily Buffet!!!







05 de Junho Dia da Ecologia e Meio Ambiente.
O Dia da Ecologia é comemorado no dia 5 de junho, o mesmo dia do Dia do Meio Ambiente. O Dia da Ecologia é importante para gerar discussões e reflexões sobre vários problemas que o nosso planeta enfrenta.
A poluição do ar, do solo e da água; o desmatamento; a diminuição da biodiversidade e da água potável; a destruição da camada de ozônio, a destruição das espécies vegetais e das florestas, a extinção de espécies animais e vegetais, entre outros, são alguns dos temas que merecem atenção no Dia da Ecologia.
Origem do Dia da Ecologia
O Dia da Ecologia é comemorado no dia 5 de junho em virtude de um encontro promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1972, a fim de tratar sobre assuntos ambientais.
Essa conferência das Nações Unidas reuniu 113 países, além de 250 organizações não governamentais.
05 de Junho Dia Mundial do Meio Ambiente.
Comemorado em 5 de junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado pela Assembleia Geral da ONU em 1972 para marcar a abertura da conferência de Estocolmo. No mesmo dia, foi criado o Programa Ambiental das Nações Unidas (Unep, na sigla em inglês). O dia é considerado uma das principais ações das Nações Unidas para chamar a atenção para como afetamos a natureza.

Fonte:noticias.terra


 

VEJA O VÍDEO: PLANETA AZUL







RECEITAS DE TOINHA DE RUGEL 


Bolo de arroz cru





INGREDIENTES

  • 2 copos de arroz cru colocado de molho por 12 h
  • 3 ovos inteiros
  • 1 copo (requeijão) de óleo
  • 1 copo (requeijão) de açúcar mais 2 dedos
  • 1 copo (requeijão) de leite
  • 1 copo (requeijão) de queijo ralado
  • 2 colheres de fermento em pó

MODO DE PREPARO

  1. Coloque o arroz em uma peneira e deixe escorrer
  2. Reserve
  3. No liquidificador, coloque o óleo, o leite, o açúcar, os ovos e bata
  4. Com o liquidificador ligado, aos poucos, coloque o arroz escorrido reservado
  5. Bata por 10 minutos e acrescente o queijo
  6. Bata mais um pouco
  7. Por último coloque o fermento e bata um pouco
  8. Depois de tudo batido, ficam uns grãozinhos no meio da massa, como fosse de açúcar cristal
  9. Unte uma forma grande com furo central, com óleo de soja
  10. Leve ao forno por aproximadamente 40 minutos, ou até dourar
OFERECIMENTO:









REFLEXÃO DO DIA









OFERECIMENTO:










Casais de detentos gays dizem 'sim' em presídio de Cuiabá: 'Temos direito'

Cerimônia foi celebrada no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC).
Preso ganhou vestido de noiva e chamou a atenção durante o casamento.

Denise Soares MT
Casamento homoafetivo no Centro de Ressocialização de Cuiabá, 5/6/2015. (Foto: Denise Soares/G1)Casamento homoafetivo no Centro de Ressocialização de Cuiabá, 5/6/2015. (Foto: Denise Soares/G1)













  A união de dois casais de detentos homossexuais foi realizada durante uma cerimônia no Centro de Ressocialização de Cuiabá, nesta quarta-feira (3). Emerson, Duda, Rael e Mauro fizeram votos matrimoniais e assinaram documentos reconhecendo a união estável perante alguns amigos, padrinhos e madrinhas, funcionários, representantes do governo e imprensa.
 A celebração, acompanhada pelo G1, aconteceu em um dos refeitórios da unidade, com direito a músicas românticas e uma singela festa com direito a bolo de casamento, regada a salgadinhos, sucos e refrigerantes.


    Os quatro presos participam do projeto "Arco-íris", que contempla 11 homossexuais que cumprem pena naquele presídio. Os detentos ficam separados dos outros presos para a preservação da integridade física dele. Dois dos presos que se casaram já tinham tido relacionamentos com mulheres fora da prisão, inclusive filhos.
Duda (esquerda) e Emerson (direita) se casaram dentro da prisão em Mato Grosso. (Foto: Denise Soares/G1)Duda (esquerda) e Emerson (direita)
se casaram na prisão. (Foto: Denise Soares/G1)
A travesti Duda, de 32 anos, foi condenada por tráfico de drogas. Na prisão, conheceu Emerson Marques, de 25, condenado por homicídio. “Gostei de conviver com ela e decidi pedí-la em casamento. Existe muitas críticas e a maioria das pessoas não aceitam [esse tipo de relação]. Antes de ser preso, fui casado com uma mulher e tive uma filha, que hoje está com seis anos. Ela me abandonou assim que fui condenado”, contou Emerson.
Apesar do preconceito que o casal diz enfrentar, o noivo alega não se importar com as críticas. “Dá para relevar. Aceitando ou não, vamos viver as nossas vidas e sermos felizes”, afirmou. Mesmo não morando na mesma cela, Emerson e Duda têm os momentos de intimidade e afirmam que vivem tranquilamente na prisão, já que estão em um espaço específico para os homossexuais.
“Não é porque estamos presos que somos monstros. Temos direitos. E ainda podemos sair casados. Só de olhar [para ele], percebi que era amor. Ele me pediu em casamento e tivemos apoio dos amigos aqui do presídio. No começo, quando me assumi, não tinha apoio. Mas hoje minha família me respeita”, comemorou Duda.
Não é porque estamos presos que somos monstros"
Duda, presidiária que se casou.
Vestida de noiva, usando uma tiara e com um buquê nas mãos, Duda foi o centro das atenções no evento. Uma amiga dela alugou um vestido em uma loja de Cuiabá e o véu. “Nunca me imaginei num vestido de noiva. É um sonho de todo homossexual”, falou.
Rael da Silva Cisi, de 36 anos, foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão por aliciamento de adolescentes. Já o companheiro dele, Mauro Lúcio Miranda, de 28 anos, cumpre pena de sete anos por roubo. “Nos conhecemos trabalhando [na prisão]. Conversamos e posso dizer que foi amor à primeira vista. É importante oficializarmos essa união para mostrar que é possível sermos recolocados na sociedade com os mesmos direitos das outras pessoas”, declarou Rael.
Mauro e Rael se casaram no Centro de Ressocialização de Cuiabá. (Foto: Denise Soares/G1)Mauro (esquerda) e Rael (direita) se casaram no Centro de Ressocialização de Cuiabá. (Foto: Denise Soares/G1)
Nenhum familiar dos dois casais compareceu ao casamento. “Minha família é de Mato Grosso, mas não me aceita e não apoia. Tem preconceito. Nem sabe que estamos casando. Mesmo que soubessem não iriam vir”, lamentou Mauro. A família de Rael é de São Paulo e também não compareceu.
Mauro e Rael se conheceram e casaram no Centro de Ressocialização de Cuiabá. (Foto: José Medeiros/GCOM-MT)Mauro e Rael se conheceram e casaram no Centro de Ressocialização de Cuiabá. (Foto: José Medeiros/GCOM-MT)
Após a cerimônia, os casais tiraram fotos com os amigos e convidados, muitos deles também homossexuais, sendo que alguns deles cumprem pena. Um deles é Huanderson Barbosa Moura, a 'Sandy'. Ela foi condenada a cumprir pena de 25 anos e oito meses de prisão pela morte de um empresário em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, para roubar a caminhonete dele. No entanto, teve a pena convertida para o regime semiaberto.
Casal recebeu amigos após a cerimônia em Cuiabá. Um deles é Sandy (primeira à esquerda), travesti condenado por homicídio. (Foto: Denise Soares/G1)Casal recebeu amigos após a cerimônia em Cuiabá. Um deles é Sandy (primeira à esquerda), travesti condenado por homicídio. (Foto: Denise Soares/G1)
Direitos iguais
Segundo o juiz Vara de Execuções Penais de Cuiabá, Geraldo Fidélis, a cerimônia é a primeira do país entre casais do mesmo sexo masculino na prisão. “Existe três casos de presos, do sexo feminino, que reconheceram a união estável. Essa é a primeira, entre presos do sexo masculino, que temos conhecimento. Isso é um reconhecimento, uma questão de dignidade e respeito para pessoas que escolheram um parceiro para viver, independentemente se é homem ou mulher”, pontuou o juiz durante a cerimônia.
Clóvis Arantes, representante do movimento LGBT em Mato Grosso, participou do evento. “A união estável garante a pensão, a adoção e outros direitos para os casais. Essas pessoas que estão aqui têm os mesmos direitos iguais de quem está lá fora”, declarou.
Casais homoafetivos dizem sim na prisão em Cuiabá. (Foto: Denise Soares/G1)Casais homoafetivos dizem sim na prisão em Cuiabá. (Foto: Denise Soares/G1)
Projeto 'Arco-íris'
O projeto foi criado há quase três anos no sistema prisional de Mato Grosso. Onze homoafetivos permanecem separados dos demais recuperandos. Para ter direito a participar do projeto, os recuperandos homossexuais devem trabalhar e estudar. Entre as atividades desempenhadas na prisão estão a confecção de bolos, itens de marcenaria e uniformes usados pelos próprios internos.
Casamento homoafetivo no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). (Foto: José Medeiros/GCOM-MT)Casamento homoafetivo no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). (Foto: José Medeiros/GCOM-MT)
tópicos:



SIGA FÁBIO JÚNIOR













Aos 70 anos, Elke Maravilha faz shows em SP: 'Não sou moda de butique'

Diva canta e conta histórias em shows grátis nesta quinta, sexta e sábado.
na entrevista, ela reverencia Chacrinha e fala sobre jovens e política.

Paulo Guilherme São Paulo
    Elke Maravilha é uma daquelas personalidades tão marcantes quedispensa apresentações como "a artista", "a cantora" ou a "ex-jurada do Chacrinha". Elke é tudo isso e muito mais. Em fevereiro ela completou 70 anos e diz que ainda tem muito o que fazer e muito o que aprender. Muito de sua energia e carisma Elke quer dividir com a platéia em três shows gratuitos em São Paulo que abrem sua turnê "Elke Canta e Conta", nesta quinta (4), sexta (5) e sábado (6). Os shows fazem parte do Circuito SP de Cultura, da Prefeitura (veja os locais e horários ao final desta reportagem).
A diva já se mostrava à frente da moda com suas roupas estravagantes, cabelos espalhafatosos e maquiagem exagerava, muito antes de Lady Gaga nascer. "Não sou moda de butique", diz Elke em entrevista ao G1 na noite de segunda-feira (1º) em uma pausa no ensaio realizado no estúdio de Rubens Curi, o diretor do espetáculo, no Centro de São Paulo, logo após entoar o clássico "Blowin in the wind", de Bob Dylan, cantado em alemão (Elke fala oito idiomas), com o músico Adriano Salhab ao violão (veja no vídeo abaixo).
Nascida na Rússia, Elke veio ao Brasil ainda criança. Passou seis dias presa durante o regime militar por desacato após rasgar um cartaz de procurado com a foto do filho da estilista Zuzu Angel, para quem desfilava. Foi modelo, secretária, bibliotecária, bancária, atriz, professora, tradutora. Casou-se várias vezes, já disse ter feito aborto, foi rainha de associação de prostitutas no Rio, estrela do cinema e viveu a vida intensamente. E Elke não pensa nunca em parar. Leia abaixo a entrevista:
G1 - No seu show você faz uma viagem pela sua trajetória e faz reflexões importantes sobre a vida. O que os jovens e crianças vão aprender com a Elke?
Elke Maravilha -
 Não tenho a pretensão de ensinar ninguém. Na verdade, eu estou sempre aprendendo. Fiz 70 anos e não paro de aprender. Eu tenho o que aprender com a criança. E tenho o que aprender com o jovem. Vejo que eles se relacionam muito pelas redes sociais. Eu acho fantástico poder usar a tecnologia nas nossas vidas. Mas confesso que tenho preguiça de mexer com isso.
Como você vê o jovem de hoje?
Não tenho cabeça jovem, tenho cabeça velha. Mas quando eu era jovem, a juventude que interagia comigo era mais atuante. Na realidade, a gente só conhece o ser humano na meia idade. O jovem sempre quer quebrar estruturas. Para você conhecer o ser humano ele tem de chegar à meia idade, aos 40 anos. Aí você descobre quem ele é. Os hippies não viraram yuppies? Tem pessoas que eram desbravadores na adolescência viraram umas coisas meia-boca na meia idade, né? Agora, na velhice a gente é caduca mesmo (risos).
Elke Maravilha (Foto: Paulo Guilherme/G1)
Além do seu show 'Canta e Canta', o público mais jovem também está conhecendo mais a Elke no espetáculo 'Chacrinha, o Musical'. O que o Chacrinha representou para você na sua vida?
Chacrinha foi tudo para mim. Tive um pai que chamava Jorge Grunupp. Ele que semeou na minha mãe Liselote. Ela era alemã e ele russo. Eu tive um pai que me semeou para o mundo artístico que foi o Chacrinha. Ele fazia aniversário 30 de setembro, e meu pai dia 1º de outubro. 'Painho' {como Elke chamava Chacrinha] era parecido em muitas coisas com meu pai. Pessoas fantásticas. Tive a sorte de ter dois pais geniais.
Chacrinha (Foto: Reprodução/TV Globo)Chacrinha (Foto: Reprodução/TV Globo)
Qual o maior ensinamento que o Chacrinha te deixou?
É inquestionavel a genialidade dele no trabalho. Enquanto trabalhei com ele por 14 anos ele foi estudo por alemães, russos, italianos, americanos e argentinos. A coisa que mais me chamou a atenção foi uma vez que a gente foi fazer shows com ele viajando pelo BRasil. Um dia a gente almoçando em Belo Horizonte ele disse "Elke Maravilha preciso falar com você. Elke Maravilha é muito bom quando você vem fazer shows comigo. É bom para mim, mas não é bom para você. Você bota azeitona na minha empada. Mas não é bom para você. 
A partir de agora você vai fazer  shows sozinha". Quem faz isso na vida? Ninguém, né? Chacrinha era um homem que libertava.
Elke Maravilha está entre os convidados do 23º Prêmio da Música Brasileira, que acontece no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e tem João Bosco como homenageado (Foto: Wagner Meier/G1)Elke Maravilha em 2012 (Foto: Wagner Meier/G1)
Mesmo antes do Chacrinha já se vestia com roupas exóticas e os cabelos com penteados estravagantes. Você sempre esteve à frente da moda?
Eu já era diferente. Sou igual Salgueiro, nem melhor nem pior, apenas diferente. Na realidade eu não sou moda de butique. Nunca fui. Naquela época o Silvinho fazia meus cabelos. Eu tenho influência de negros na minha vida. Quando viemos da Europa para morar em Minas [a família se estabeleceu em Itabira] ficamos no meio de negros. Quando as negras soltava os cabelos ficavam aquelas coisas maravilhosas e eu ficava encantada. Eu dizia "cabelo de branco é bobagem, gosto de exagero".
Gosto também de pegar coisas de culturas passadas e remeter para o agora e para o futuro. Pegar referências no teatro kabuki [arte teatral japonesa com mais de 400 anos marcada pelo exagero e a mistura entre o realismo e a fantasia, tendo como característica as roupas exóticas e maquiagem carregada dos atores]. Gosto muito também da estética cultural masculina, mais do que feminina. O bicho homem é sempre mais bonito, né? (risos)
Elke Maravilha foi homenageada pela Estrela do Terceiro Milênio  (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)Elke Maravilha no Carnaval de SP em 2013
(Foto: Paulo Toledo Piza/G1)
Temos hoje movimentos por legalização do aborto, marcha da maconha, marcha das vadias, parada LGBT, marcha para Jesus. Como você vê esses movimentos?
São movimentos de nada. Coisa esquisita. Parece que a gente não quer encarar. Eu só acredito na verdade no ideal do coração. Não acredito em direita nem esquerda, nem comunismo nem nazismo, nem PT nem a 'PQP'. Acredito que eu devo te respeitar de coração. Não posso te explorar, de coração. Não posso puxar seu tapete, de coração. Quando sai coração e vem para a mente e vira bandeira, ferrou tudo, esvaziou. 
Hoje tudo está esvaziado.
E a política?
Minha mãe dizia: 'Elke, você sabe como é política no Brasil?' (diz carregando no sotaque alemão da mãe). 'Política no Brasil é assim: 'Mamãe não querr que eu brinca com você'. Ou seja, eu tenho uma ideia genial para o Brasil. Mas é de outro partido? Então o Brasil que se exploda. Quero o meu interesse. É por isso que eu adoro ladrão de banco. Ninguém perde quando alguém rouba o banco. O seguro cobre. Mas detesto gente que rouba o povo. Quantas pessoas a gente salvaria com o dinheiro que roubam do povo? Isso sim é crime. Isso sim é assassinato.

Serviço
'Elke Canta e Conta'

Quinta-feira (4), 18h
Sala Olido - Av. São João, 474, Centro, São Paulo
Ingresso: gratuito (retirar com uma hora de antecedência)
Sexta-feira (5), 20h
Teatro Martins Penna - Largo do Rosário, 20, Penha, São Paulo
Ingresso: gratuito (retirar com uma hora de antecedência)
Sábado (6), 21h
Teatro João Caetano - Rua Borges Lagoa, 650, Vila Mariana, São Paulo
Ingresso: gratuito (retirar com uma hora de antecedência)









A SUA ROUPA DE FESTA É NA 


PATY MODAS


 







VEM AI







CONVITE MISSA DE 30 DIAS 

DE SAUDADES

Os meus pais Francisco Ferreira de Lima( Geraldo de Colô) e Maria Rita da Silva Lima, agradecem a todos que prestaram solidariedade ao sepultamento do seu inesquecível filho, ( mais conhecido como Júnior de Geraldo de Colô), e ao mesmo tempo vem convidar amigos e familiares para a missa de 30 dias em sufrágio da sua alma, que acontecerá neste dia 07/06/2015 as 10:00 horas, na Capela de Santo Antônio.
Não entregaremos convite pessoalmente, porque as lembranças só serão entregues na missa.
Desde já agradecemos a todos que se fizerem presente a missa ao nosso inesquecível e amado filho Francisco Ferreira de Lima Júnior.

Foto de Ubiracira Lima.










Sérgio Mallandro marca presença em loja de carros de luxo



O comdiante esteve na reinauguração da Euro Motors




Sérgio Mallandro marca presença em loja de carros de luxo - Divulgação




A Euro Motors, loja de carros em São Paulo, reuniu muita gente bacana durante o último final de semana..
festa marcou a reinauguração da loja de alto luxo e contou com a presença de vários amigos do empresário Mikail Rocha e Davison, que são pai e filho e proprietários da loja.
Sérgio Mallandro foi um dos convidados e fez questão de passar no evento.
“É com muita alegria que saí de casa para vir prestigiar amigos queridos. A loja é um luxo só”, disse o comediante.
Atencioso, Mallandro foi super assediado pelos fãs e fez questão de tirar várias selfies com os fãs. 
Quem também esteve por lá foi Valentina Francavilla, que é assistente de palco do programa do Ratinho, no SBT. A morena também adorou a loja e babou pelos carros.
"Fiquei de queixo caído! Um carro mais lindo que o outro, um sonho mesmo. A festa com uma energia incrível. Adorei!", disse ela.
Sérgio Mallandro marca presença em loja de carros de luxo
Sérgio Mallandro marca presença em loja de carros de luxo
Sérgio Mallandro marca presença em loja de carros de luxo











PUBLICIDADE











SEMANA DE ANIVERSÁRIO DO ATOR CAIO BLAT


Aniversário de Caio Blat  

Caio Blat

Caio Blat nasceu em São Paulo. Atuou em sucessos da tevê como Da Cor do Pecado, Coração de Estudante, Um Anjo Caiu do Céu, Esplendor, Andando nas Nuvens, Chiquinha Gonzaga, Fascinação, As Pupilas do Senhor Reitor, Éramos Seis, Caminho das ìndias, O Bem Amado, Lado a Lado, entre outras.
 






CONTRATE A MELHOR BANDA DA REGIÃO










Instituto de Roberto Carlos participará de julgamento sobre biografias




Entidade vai defender necessidade de aval do biografado para publicação.
STF começa a analisar a ação de editores de livros no próximo dia 10.


NA FOTO COM A CANTORA MARA MARAVILHA, QUE REGRAVOU O GRANDE SUCESSO " Jesus Cristo" 



DIGITE SIGA FABIO JUNIOR
  O Instituto Amigo, criado pelo cantor Roberto Carlos, deverá participar, no próximo dia 10 de junho, do julgamento sobre a necessidade de autorização de personalidades para a publicação de biografias que exponham aspectos de sua vida privada.
A questão foi levada ao Supremo Tribunal Federal pela Associação Nacional de Editores de Livros (Anel), que busca derrubar a necessidade de aval do biografado ou de seus familiares para esse tipo de publicação.

Criado em 2013 por Roberto Carlos, o Instituto Amigo foi admitido no último dia 26 de maio pela ministra Cármen Lúcia, relatora do caso no STF, como "amicus curiae" (amigo da Corte), que designa uma pessoa ou entidade que pode ajudar um tribunal a decidir sobre determinado assunto, ainda que não seja parte na disputa judicial em julgamento.
Em seu pedido de ingresso na ação da Anel, o Instituto Amigo se define como "associação de direito privado, constituída por tempo indeterminado, sem fins econômicos, tendo por princípios a independência de qualquer vinculação político-partidária ou religiosa".
Além disso, diz dedicar-se a "promover a cultura a defesa e a conservação do patrimônio histórico e artístico e ao incentivo a cultura e a educação complementar para o trabalho" e que também "promove atividades de pesquisa e de informação do acervo arquivístico, museológico e bibliográfico relacionado à trajetória e obra do artista Roberto Carlos".

Um dos advogados que representa a entidade e assina o pedido é Antonio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, que defendeu a atriz Carolina Dieckmann, em 2012, num processo judicial envolvendo o vazamento, na internet, de fotos em que ela aparecia nua.

No julgamento do STF, a entidade de Roberto Carlos deverá defender a necessidade de prévia autorização do biografado para a publicação de obras sobre sua vida, como forma de garantir a proteção à intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, direitos previstos na Constituição como invioláveis.
Caso a tese não seja aceita, o instituto pede que seja assegurado o direito de indenização por  dano material ou moral e direito de resposta em caso de ofensa.
A MARA MARAVILHA TAMBÉM TERÁ EM BREVE SUA BIOGRAFIA LANÇADA.
Ação
A ação a ser julgada no STF foi apresentada em 2012 pela Associação Nacional de Editores de Livros (Anel) que questiona dois artigos do Código Civil. Um deles prevê que a pessoa possa proibir publicações com fins comerciais ou que atinjam sua “honra, boa fama ou respeitabilidade”. O outro estabelece que a vida privada é inviolável e que cabe ao juiz, quando provocado, adotar medidas para impedir a exploração indevida dela.

Os editores de livros afirmam que a restrição é incompatível com a liberdade de expressão e de informação, também garantidas pela Constituição. Segundo a Anel, o Código Civil dá "ensejo à proliferação de uma espécie de censura privada que é a proibição, por via judicial, das biografias não autorizadas".
O assunto das biografias voltou a ganhar força em 2013, quando foi formado o grupo “Procure Saber”, presidido pela empresária Paula Lavigne, contra a demanda dos profissionais do livro, reforçada por artigos de alguns de seus membros mais ilustres, como Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil.
Roberto Carlos criou o Instituto Amigo após deixar o grupo. O cantor Roberto Carlos já conseguiu, na Justiça de São Paulo, proibir a venda e recolher os exemplares da biografia “Roberto Carlos em Detalhes”, escrita pelo jornalista Paulo César de Araújo.








OFERECIMENTO:










DIA 06 DE JUNHO DE 2015 


EM ANTÔNIO MARTINS -RN


Acontecerá
o Lançamento do livro 

"DUALIDADE DO ÍNTIMO" 

Prof: Messias Torres

Logo após tem  Fabiano Show











ANTÔNIO MARTINS  - RN EM 04 DE JUNHO DE 2015