SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau

SIGA ➨Fábio Júnior Venceslau
✍ O objetivo deste é oferecer ao público leitor: informação com veracidade, interpretação competente e pluralidade de opiniões sobre os fatos. Tratando-se de um canal interativo visando promover uma comunicação capaz de contribuir positivamente na vida dos seus seguidores, primando pela imparcialidade e coerência. ☛ Blog Informativo: Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Esse é o seu Blog

Esse é o seu Blog
Todo Dia tem Notícias

Seja mais um dos nossos seguidores do Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

Blog Siga Fábio Júnior Venceslau
Blog Siga Fábio Júnior Venceslau

COBERTURAS E EVENTOS

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN
CONFIRA AS PROMOÇÕES DO MERCADINHO SÃO JOSÉ EM ANTÔNIO MARTINS RN

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU

ANTÔNIO MARTINS RN BLOG SIGA FÁBIO JÚNIOR VENCESLAU
Ouça a Nossa Rádio Venceslau AM

Ouça a Web Rádio Venceslau A M

Ouça a Web Rádio Venceslau A M
Rádio Venceslau Am Para Ouvir Clique no FlowPlayer

PARA OUVIR A Rádio Venceslau Clique no flowplayer

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo

Ouça a Rádio Venceslau Baixe aqui o Aplicativo para seu celular click na imagem abaixo
Retransmissão Via/Web 24 Horas no AR - Ouça a Rádio Venceslau agora pelo seu celular- Click em cima desta foto e instale o APP é super fácil e rápido.

FAÇA A SUA PARTE

FAÇA A SUA PARTE
ANUNCIE AQUI NO NOSSO BLOG E VEJA A DIFERENÇA

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN
CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE DA FEMURN

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE

SEJA TAMBÉM NOSSO ANUNCIANTE
BLOG TODO MUNDO OLHA, TODO DIA TODO MUNDO VER.

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com
E-mail fabiojrvenceslau@gmail. com

Clique na Imagem e visite o Site

Clique na Imagem e visite o Site
Clique na Imagem e visite o Site

.

.
.

sábado, 3 de outubro de 2015

FELIZ ANIVERSÁRIO!






Professora, amiga, camarada!
Amizade que o tempo e a distancia nunca acaba.
Novanes Oliveira! aqui quero registrar o seu aniversário com essa nossa última foto do dia em que veio me ver aqui em casa, assim nesta mesma alegria que me trouxe a transmito de forma especial te desejando muito mais do que a palavra felicidade.
Deus o teu escudo e luz maior em seu caminho ouvirá todas as orações e desejos vindo de todos os que te desejarem sentimentos de bondade e amor.
PARABÉNS!!!!! continue a viver cada dia não como se fosse o último e sim o primeiro.
Te admiro muito pela sua garra e tantas muitas virtudes, saudades sinto demais suas.
Um grande abraço e quero comemorar com vc muitos, muitos, muitos , muitos e muitos 03 de Outubro"s





A semana foi de festa para minha querida amiga Socorro Pimenta 
( DonaSocorrinha).
Que ao comemorar esta nova idade todos os anjos Do Céu digam amém por cada prece direcionada ao seu coração.
Desejo que as melhores coisas da vida lhe aconteçam todo dia, todo instante e toda hora. Celebre a chegada desta nova primavera de forma louvável e com gratidão ao criador pelo Dom especial de sua existência.
PARABÉNS E MUITOS ANOS DE VIDA!
Receba como presente muitos pacotes cheios de saúde, amor, alegrias e os desejos mais sonhados se tornem verdades.
Um abraço!!!!!
( Demorei postar a foto pq tava na memoria de outro celular e no dia do níver eu tava em Mossoró e não tinha levado rsrsrsr)












Cezar Augusto compartilhou a foto de Matildes Vieira — comMatildes Vieira.
O QUE DEUS UNIU O HOMEM NÃO SEPARA - 21 ANOS DE MATRIMÔNIO




proposta_UERN
O governo do estado, por meio do Gabinete Civil, apresentou uma lista de propostas a representantes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), na noite desta sexta-feira (2). O documento, que será levado à assembleia de docentes e técnicos na próxima semana, contempla quatro pontos e sua execução está condicionada ao retorno imediato dos servidores ao trabalho.
Buscando a conciliação dos interesses da instituição com a situação de finanças do Estado, o Governo se dispôs a conceder duas verbas indenizatórias: o auxílio-material pedagógico, para os professores, e o auxílio-transporte, para os técnicos administrativos, ambos no valor nominal correspondente ao percentual de 12,035% do vencimento básico de cada servidor vigente nesta data. O benefício será concedido até que seja possível a realizar o reajuste remuneratório.
O Estado ainda garante a continuidade das negociações quanto à possibilidade de atendimento do pleito do reajuste equivalente, em percentual, aos valores economizados pela Instituição com corte de gastos na área de pessoal. Na lista de propostas, o Governo afirma também que irá autorizar a realização de concurso público para reposição de vagas decorrentes de aposentadoria e falecimento, e que dará prosseguimento às obras da Faculdade de Ciências Exatas e Naturais (FANAT), Campus Central, do Campus Avançado de Caicó, e à liberação das contrapartidas dos convênios referentes às obras em andamento.


martires
O Rio Grande do Norte celebra hoje um dos episódios mais marcantes de sua história: os mártires de Cunhaú e Uruaçu. Os mártires foram beatificados pelo papa João Paulo II em março do ano 2000. Sancionada pela governadora Wilma de Faria, a Lei nº 8.913/2006 decretou o 3 de outubro como o Dia Estadual à Memória dos Protomártires de Uruaçu e Cunhaú.
No ano de 1634, alemães, a serviço dos holandeses, chegavam ao Estado. Cunhaú, que contava com uma população de aproximadamente 70 colonos, sofreu naquele ano a sua primeira invasão, seguindo-se então de outros mais, com o apoio dos índios tapuias e potiguares.
Em 16 de julho daquele ano, durante uma missa dominical convocada por Jacó Rabe, na capela de Nossa Senhora das Candeias, foram mortos dezenas de católicos, após o fechamento das portas da igreja.
Apesar da resistência de alguns fiéis, Jacó ordenou que os sobreviventes tirassem as roupas e, de joelhos, renunciassem ao catolicismo.
Com a negativa dos colonos, índios, que se encontravam escondidos nos arredores da vila, saem e, junto com os holandeses os matam da forma mais cruel possível. A notícia do episódio se espalhou pela capitania do Rio Grande e três meses após, outras 70 pessoas são mortas também de forma desumana na comunidade de Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante.




A partir das próximas eleições, a campanha eleitoral no rádio e na televisão começará 35 dias antes do pleito. A redução do prazo, que era de 45 dias, foi uma das mudanças da Reforma Eleitoral sancionada pela presidente Dilma Rousseff na terça-feira (29).
O diretor geral da Abert Luis Roberto Antonik destaca o trabalho intenso da Associação junto aos parlamentares para as mudanças na lei que, segundo ele, corrigem uma distorção que impactava negativamente o radiodifusor. “As alterações na lei foram uma medida inteligente. O tempo excessivo de propaganda eleitoral vem em prejuízo de todos: eleitores e candidatos. As inserções, por outro lado, mantêm a audiência de rádio e TV”.
A nova legislação traz alterações nos tempos destinados à campanha eleitoral e que já valerão nas eleições de 2016. Nas eleições municipais, por exemplo, os dois blocos diários de 30 minutos foram reduzidos para 10 minutos cada. Já nas eleições gerais, os dois blocos foram reduzidos de 50 para 35 minutos cada.
Com a redução dos blocos diários, a nova legislação prevê um aumento no tempo de inserções de propaganda eleitoral, que passou de 30 para 70 minutos diários. No entanto, o horário de exibição das inserções foi ampliado das 5h à meia-noite.
Outra mudança está ligada às inserções de propaganda eleitoral, que só serão exibidas em municípios onde houver estação geradora de radiodifusão de sons e imagens. A nova lei prevê ainda que a campanha eleitoral somente será permitida a partir de 15 de agosto do ano da eleição. Antes, a campanha era permitida após o dia 5 de julho.
Os debates eleitorais na televisão também sofreram alterações: a partir de agora será necessário o convite aos candidatos de partidos com representação superior a nove deputados. A exigência de participação de todos os candidatos deixa de existir.




Apesar de ter ganhado projeção nacional graças à publicação no Instagram de fotos a bordo de jet-skis ou em boates com taças de champanhe, a ex-prefeita de Bom Jardim (MA), Lidiane Rocha, não terá seus perfis em redes sociais investigados.
“A presença dela nas redes sociais não foi levada em conta em nenhum momento na investigação, nem é citada no inquérito”, disse à BBC Brasil o delegado da Polícia Federal Ronildo da Silveira, responsável pelo caso. “O Instagram da prefeita, para nós, é irrelevante.”
Pelo Instagram, respondendo a uma crítica em uma foto de sua caminhonete (cujo preço estimado é de R$ 115 mil), a ex-prefeita disse: “Devia era comprar um carro mais luxuoso porque graças a Deus o dinheiro está sobrando”. “Eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados”, afirmou, também pelo Instagram.
Depois de passar 39 dias foragida, a ex-prefeita se entregou à Superintendência da Polícia Federal(PF), em São Luís, na última segunda-feira (28). Atualmente sem partido (ex-PP), Rocha é indiciada por crimes de associação criminosa, peculato e fraude em licitações para reformas de escolas. Para o delegado, a importância dada às publicações da “prefeita ostentação” seria “mais uma criação da mídia do que de fato a investigação da polícia”.
Verbas da Educação
Segundo o Ministério Público Federal e a PF, a ex-prefeita e seus assessores teriam participado de fraudes em licitações para a reforma de escolas públicas. Também teriam sacado, em espécie, R$ 300 mil destinados à merenda escolar do município. “A estimativa é que os supostos desvios cheguem a R$ 15 milhões”, diz o juiz responsável pelo caso.



Locais de prova do Enem 2015 são divulgados
unnamed

O cartão de confirmação da inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado nos dias 24 e 25 deste mês, já pode ser acessado pelos candidatos desde às 14h desta sexta. O cartão contém informações como o endereço do local de prova do participante, dados pessoais e a opção de língua estrangeira escolhida por ele (inglês ou espanhol).
Ao contrário das edições passadas, não haverá envio do documento pelos Correios. A medida gerou uma economia de R$ 16,5 milhões, segundo o governo.
Para ver o cartão, o candidato deve acessar o site Enem.inep.gov.br/participante. Ele precisa informar seu CPF e a senha criada no momento da inscrição, que pode ser recuperada no próprio site do Enem. Não é necessário imprimir o cartão. Para ter acesso ao local de prova, basta apresentar o documento pessoal. No entanto, anotar as informações é essencial para evitar imprevistos.
— Recomendamos que o candidato vá até o local de prova antes, para saber como chegar, sem problemas, no dia do Enem — diz Chico Soares, presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão liugado ao MEC que organiza o Enem.
Dados divulgados pelo Inep mostram que dos 7,7 milhões de candidatos efetivamente inscritos para o Enem 2015, depois da confirmação do pagamento da taxa, 867,9 mil (11,2%) buscam o exame para obter o certificado do ensino médio. Do total, 21,30% estão concluindo o 3º ano, 57,99% já terminaram essa etapa escolar e 14,94% são os chamados treineiros, que estão no 1º ou 2º ano se preparando para as provas. Há ainda 5,77% que ainda nem estão no ensino médio.
O Sudeste é a região do país com maior número de inscritos. São 2,8 milhões de candidatos de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Em seguida, vem o Nordeste, com, com 2,4 milhões). As regiões Sul (915 mil), Norte (817 mil) e Centro-Oeste (702 mil)
Entre os inscritos, 1,9 milhão, ou seja, um quarto do total, pagaram a taxa de inscrição, que este ano passou de R$ 35 para R$ 63. O restante teve isenção por ser de escola pública (1,3 milhão) ou porque declarou carência (4,4 milhões). Não houve pedido de gratuidade recusado.



O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) definiu o Cespe/UnB como empresa organizadora do concurso para 950 vagas, de acordo com o site Folha Dirigida. Com a decisão, o órgão também anunciou as alterações nos salários para os cargos: o técnico do seguro social, de nível médio, terá remuneração inicial de R$ 4.768,90, considerando R$ 708,21 de vencimento básico (já com o aumento de 10,8%), R$ 1.022,69 de gratificação de atividade executiva (GAE), R$ 2.580 de gratificação de desempenho de atividade do seguro social (GDASS/80%) e auxílio-alimentação de R$458. Após seis meses de trabalho, o rendimento passa para até R$ 5.413,90, já que, além dos outros valores, a GDASS sobe para até R$ 3.225 (100%).
O analista do seguro social, de nível superior, por sua vez, terá remuneração inicial de R$ 7.014,05, incluindo R$ 986,58 de vencimento básico (com o reajuste), R$ 1.424,67 de GAE, R$ 4.144,80 de GDASS (80%) e o auxílio-alimentação. Após seis meses de trabalho, a remuneração sobe para até R$ 8.050,25, já que, além dos outros valores, a GDASS pode chegar a R$ 5.181 (100%). Das 950 vagas, já autorizadas, são 800 de técnico e 150 de analista, na área de Serviço Social. Ainda não foi divulgada a distribuição das vagas pelo país

O Anuário Brasileiro de Segurança revelou que o Rio Grande do Norte foi o sexto estado brasileiro com menor investimento na segurança pública no ano de 2014. No comparativo de 2013 com 2014 o Estado potiguar aumentou seus recursos em apenas 4,8%, sendo o quinto pior reajuste na segurança no comparativo de 2013 para 2014.
seguranca



Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (30) mostra os seguintes percentuais de avaliação dos eleitores ao governo da presidente  Dilma Rousseff (PT):
– Ótimo/bom: 10%
– Regular: 21%
– Ruim/péssimo: 69%
– Não sabe: 1%
Os percentuais divulgados nesta quarta mostram que a avaliação do governo Dilma ficou estável em comparação com o levantamento anterior, divulgado em julho deste ano, oscilando dentro da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Na ocasião, o Ibope havia apontado que 9% aprovavam o governo (consideravam “ótimo” ou “bom”); 68% dos entrevistados avaliavam a administração Dilma como “ruim” ou “péssima”; e 21% consideravam a gestão “regular”. A rejeição anterior ao governo Dilma (68%) era a maior já registrada pela série histórica das pesquisas Ibope desde a redemocratização. Conforme o Ibope, o percentual de pessoas que consideram a gestão da petista “ruim ou péssimo” ficou dentro da margem de erro.
Desta vez, o Ibope identificou que 14% dos entrevistados aprovam a maneira de governar da presidente. Porém, aponta a pesquisa, 82% desaprovam e 3% não souberam ou não responderam. Ainda de acordo com o levantamento divulgado nesta quarta-feira, 20% dos entrevistados confiam em Dilma e 77% não confiam.
O levantamento divulgado nesta quarta, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 18 e 21 de setembro e ouviu 2.002 pessoas em 140 municípios. O nível de confiança da pesquisa, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. De acordo com os coordenadores do levantamento CNI/Ibope, a soma dos percentuais pode não igualar 100% em decorrência do arredondamento dos índices.



O Fundo de Garantia do Tempo Serviço (FGTS) para os empregados domésticos passa a ser obrigatório a partir de hoje (1º). O recolhimento do FGTS, uma novidade para a categoria, está na Lei Complementar nº 150 que regulamentou a Emenda Constitucional 72 – resultado da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) das Domésticas. Com as mudanças, estabeleceu-se a igualdade de direitos e os trabalhadores domésticos passaram a contar com hora extra, seguro-desemprego, adicional noturno e a indenização em caso de demissão sem justa causa, entre outros.
Hoje, estará disponível no portal www.esocial.gov.br, o Módulo Simplificado, onde o empregador terá que se cadastrar e cadastrar o trabalhador doméstico. Para evitar problemas na hora da inclusão dos dados, a Receita recomenda que o empregador acesse o módulo Consulta Qualificação Cadastral no portal.

Mais de 70% dos candidatos a conselheiro tutelar são mulheres
Levantamento feito pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República  mostra que 71,5% dos candidatos a conselheiro tutelar são mulheres, mais da metade têm entre 21 e 34 anos e 22,5% curso superior. No próximo domingo (4), brasileiros irão às urnas eleger 30 mil representantes, responsáveis por proteger crianças e adolescentes vítimas de violência.
Eles terão mandato de quatro anos a partir de janeiro. A pesquisa mostra que para a votação, 77,6% dos municípios que participaram da pesquisa vão usar cédulas de papel e 19,8% terão votação em urnas eletrônicas. Os demais (2,6%) não informaram o sistema de votação a ser utilizado.
O levantamento foi feito em 52,3% dos municípios do país (2.656), que responderam a um questionário entre 14 de agosto e 22 de setembro. A pesquisa identificou 55.189 candidatos à função de conselheiro nestes locais. Todos eles recebem remuneração, mas o valor varia de acordo com o município. Em Brasília, por exemplo, os eleitos recebem R$ 4,8 mil por mês.
De acordo com a secretaria, o Brasil tem 5.956 conselhos tutelares instalados em 5.559 municípios. Alguns municípios têm mais de um, e seis não têm conselhos instalados. Esta será a primeira vez que os conselheiros serão escolhidos por meio do voto em uma eleição simultânea em todo o país.
Os conselhos tutelares são órgãos autônomos e permanentes, que integram a administração pública local. Para conhecer os candidatos e os locais de votação, as pessoas devem procurar o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.
FONTE: JP


A cobrança de multa de quem jogar lixo em via pública, já adotada em algumas cidades, como no Rio de Janeiro, pode passar a valer em todos os municípios e no Distrito Federal. A prática está prevista no Projeto de Lei do Senado (PLS) 523/2013, que integra pauta da reunião de terça-feira (29) da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA).
O projeto modifica a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) para explicitar a proibição de descarte irregular de lixo em via pública e para determinar que os municípios e o Distrito Federal devem fixar multas para quem descumprir a regra, além de regulamentar a forma correta de descarte de resíduos sólidos.
O relator na CMA, senador Jorge Viana (PT-AC), apresentou voto favorável à proposta, apresentada pelo ex-senador Pedro Taques. Para Jorge Viana, “sanções pecuniárias ainda são ações pedagógicas e preventivas necessárias para se evitar condutas indesejadas”. Ele considera que o projeto contribuirá para educar a população com relação ao correto descarte dos resíduos sólidos. A matéria será votada em decisão terminativa na CMA.


Depois de uma reunião frustrada com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o Comando Nacional dos Bancários (Contraf) apresentou indicativo de greve a partir do dia 6 de outubro. Dentre outras reivindicações, os trabalhadores pleiteiam reajuste salarial de 16%; Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de três salários mais R$ 7.246,82; e piso salarial de R$ 3.299,66.
A Fenaban propôs um reajuste de 5,5% no salário, também na PLR e nos auxílios refeição, alimentação, creche, além de abono de R$ 2,5 mil. O Contraf considerou que o reajuste está muito abaixo da inflação, que ficou em 9,88%, em agosto deste ano.


ministro_al
As obras de transposição do Rio São Francisco terão celeridade para que as águas cheguem antecipadamente no Rio Grande do Norte. Essa foi a garantia do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, durante a audiência “RN pela Transposição”, que ocorreu nesta segunda-feira (28) na Assembleia. De acordo com o ministro, a presidente Dilma Rousseff (PT) dará prioridade à construção do canal de seis quilômetros, que abreviará em dois anos a chegada das águas do rio São Francisco, a partir do município São José de Piranhas, na Paraíba. A reivindicação foi feita pelos deputados estaduais e pessoalmente pelo governador Robinson Faria (PSD).
“Há uma decisão da presidenta de sermos ágeis e encontrar a melhor solução. Ela deu essa garantia e estamos estudando como aditar de forma juridicamente segura esta parte da obra, que não estava prevista no projeto original. Estamos vendo a parte jurídica do contrato com a construtora Queiroz Galvão, que é a responsável por este trecho e se propõe a fazer a obra”, afirmou o ministro.
O outro trecho da transposição no RN, chamado Eixo Norte da transposição, via sistema Ramal Apodi, também foi citado pelo ministro como uma prioridade. Occhi afirmou que a licitação já está sendo elaborada, a fim de que no início de 2016 esteja concluída. Além das obras de transposição, o ministro garantiu que o ano de 2015, em relação aos anteriores, será o de maior aporte de recursos federais transferidos para o Estado.
Com relação aos recursos para o RN, Occhi afirmou que R$ 150 milhões serão investidos nas obras de transposição no RN. E que, ao final de 2015, para outras obras em andamento, terão sido transferidos cerca de R$ 111 milhões, dos quais R$ 75 milhões já foram pagos. Desse montante, para a Barragem de Oiticica serão destinados ainda R$ 18 milhões. No período de 2007 a 2010 foram transferidos cerca de R$ 122 milhões para o Estado.
Durante a sua apresentação dos dados relativos ao andamento das obras do Ministério da Integração no RN, Gilberto Occhi também garantiu que não faltará verba federal para a conclusão da adutora de engate rápido de Currais Novos, um pleito do presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira (PMDB).

Os servidores do Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP) decidiram deflagrar uma greve por tempo indeterminado em assembleia geral realizada na última sexta-feira, 25.
O indicativo foi votado para o dia 13 de outubro, quando se iniciará o movimento, após os servidores passarem nove meses em negociação com o Governo do Estado e o Estatuto do ITEP não ser concluído e enviado para a Assembleia Legislativa.



Os cortes orçamentários na educação agravam um problema já agudo vivido por pesquisadores brasileiros: a dificuldade de financiamento para trabalhos científicos. À frente de uma pesquisa que poderá trazer enormes avanços para o tratamento do câncer, Guilherme Santos conhece bem essa realidade. Pesquisador do Laboratório de Farmacologia Molecular da Universidade de Brasília (UNB), ele aguarda há dois anos 190.000 reais entre verbas federal (17.000) e distrital (173.000) para poder dar continuidade a seu projeto, que já foi destaque até em revistas científicas internacionais.
Com a crise, ele teme agora que a verba não chegue mais. “Esse dinheiro é muito pouco para o impacto da pesquisa que a gente está fazendo. O apoio do Governo é essencial”, disse ao jornal El País. Santos chegou à UNB em 2011 depois de uma temporada de nove anos no laboratório de biologia molecular da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, por onde já passaram 13 prêmios Nobel, incluindo seu colega de programa Venkatraman Ramakrishnan, que descobriu ao lado de outros pesquisadores como a célula fabrica proteínas. Lá, quando precisava de um reagente para sua pesquisa, por exemplo, encontrava o produto já no dia seguinte no topo de sua bancada, algo que aqui demora três meses para acontecer. “É um ambiente totalmente diferente”, aponta.


A presidente Dilma Rousseff cortou R$ 25,5 bilhões dos gastos com programas sociais previstos em 2016, em relação ao orçamento deste ano, segundo levantamento feito pelo Estadão com números oficiais do Ministério do Planejamento. A tesourada atingiu até mesmo a construção de creches, unidades básicas de saúde e cisternas. A maior redução de aportes foi justamente em “vitrines” da gestão petista, como investimentos sociais do PAC, Minha Casa Minha Vida e Pronatec.
Durante a campanha e no início do segundo mandato, Dilma repetiu à exaustão que “em hipótese alguma” cortaria recursos dos programas sociais criados pela gestão petista. Mas foi obrigada a abrir mão da promessa para tentar recuperar a confiança dos investidores na economia brasileira. Se somados os cortes adicionais em projetos do PAC que ainda não estão definidos, mas que também atingirão a área social, o enxugamento em 2016 pode chegar a R$ 29,34 bilhões.


A greve no INSS, que começou no início de julho e acabará nesta segunda-feira (28) deve fazer o governo economizar R$ 2,6 bilhões com benefícios que deixaram de ser pagos e ajudará a equipe econômica a conter o crescimento das despesas obrigatórias.
A estimativa consta do Relatório Bimestral de Receitas e Despesas, documento do Ministério do Planejamento divulgado no último dia 22 com previsões sobre o Orçamento de 2015. No documento, o governo reduziu de R$ 438,8 bilhões para R$ 436,2 bilhões a projeção de pagamento de benefícios da Previdência neste ano.
De acordo com o Planejamento, a greve dos servidores do INSS foi a principal responsável pela queda nos gastos. “A variação observada nessa projeção deve-se, sobretudo, à atualização dos dados realizados até o mês de julho, considerando ainda o impacto da paralisação dos servidores do INSS”, destacou o relatório.
A greve não interrompeu o pagamento dos benefícios atuais, mas diminuiu a concessão de novos benefícios. Segundo as estatísticas mais recentes do Ministério da Previdência Social, em julho, primeiro mês da greve, 300,3 mil benefícios foram concedidos em todo o país, contra 456,7 mil em julho do ano passado.


Dois copos de cerveja bastam para deixar um homem de 80 kg mais desatento, com os reflexos lentos e, se pegar no volante do carro, com um risco duas vezes maior de se envolver em um acidente de trânsito.  Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), de 2013, um quarto dos brasileiros ignora este risco e insiste em desobedecer a lei, dirigindo mesmo após ter bebido.
Se você acha muita irresponsabilidade, saiba que um ato corriqueiro pode ser mais perigoso do que misturar álcool e direção. Aquela mexidinha rápida no celular, a que muita gente não resiste quando está conduzindo um veículo, aumenta em 400% a probabilidade de um acidente, conforme aponta um estudo do NHTSA, o departamento de Trânsito dos EUA.
O engenheiro Paulo Guimarães, diretor técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), cita outro estudo americano, da Universidade da Virgínia, para explicar porque a atitude é muito perigosa e ajuda nas 45 mil mortes registradas anualmente no trânsito brasileiro.
“Cerca de 37% da atividade cerebral ligada à direção fica perdida quando você realiza outra ação, principalmente se é algo relacionado ao celular”, afirma o especialista em Gestão de Trânsito. 
Segundo ele, o uso do viva-voz, embora deixe as mãos livres, pode atrapalhar tanto a direção quanto manter o telefone ao ouvido. “Em termos de desvio de atenção o dano é igual. O que eu tenho observado – um dado que carece de mais estudos –  é que, em algumas situações, é até pior do que a própria utilização do celular na orelha, porque quando a pessoa não está ouvindo direito tem toda aquela situação de estresse”, pontua.
Outro problema é o tempo de utilização do equipamento durante o ato de dirigir. “Quando você olha o celular para ver uma chamada que está entrando, por exemplo, perde cerca de dois segundos. Isso, a 60 km/h, dá 34 metros sem ver o que está acontecendo. É mais do que a distância de um poste ao outro.”

Paulo Guimarães acrescenta que a intensificação do uso dos smartphones, com redes sociais como o Whatsapp e o Facebook, também contribuem para os acidentes, já que o condutor adquire o hábito de ficar checando o aparelho o tempo todo.
“Por causa deste três fatores aliados, atribui-se um risco até maior que o do álcool para o celular”, diz o engenheiro.
Formação tem eficácia maior do que aumento da fiscalização
Usar o celular ao volante, uma infração considerada média, acarreta a perda de 4 pontos na carteira de habilitação e uma multa R$ 85,13.
Para Paulo Guimarães, aumentar a punição para quem é pego usando o telefone ao dirigir pode ajudar a combater o problema, mas não deve ser o foco principal para mudar o comportamento dos motoristas.
“Toda intensificação de fiscalização ajuda a coibir alguns comportamentos. Falando em termos culturais, o brasileiro ainda tem uma deficiência na percepção de risco. A gente reage e adota comportamentos seguros com base em legislação, para evitar a fiscalização. Um exemplo é que pouca gente usa o cinto de segurança no banco traseiro porque tem plena consciência do risco a si ou ao próprio condutor”, explica o especialista em trânsito. 
“No caso do celular, o controle é bem difícil de acontecer. Você tem o uso do viva-voz, tem películas no carro que dificultam a visão do agente”, analisa. “Acreditamos que a intensificação da fiscalização  é necessária, mas que a gente consiga, por meio de campanhas, conscientizar melhor a população quanto ao risco. Elas têm que começar quando você é pequeno e está aprendendo o que é compartilhar o espaço público, cidadania, viver em coletividade. Tudo isso tem relação direta com o comportamento no trânsito no futuro.”



JP INFORMAÇÕES DE FONTE.